Política: ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL - PressFrom - Brasil

Política ‘Briga de marido e mulher’, diz Bolsonaro sobre embates no PSL

02:55  10 outubro  2019
02:55  10 outubro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Bolsonaro recebe novo convite para se juntar ao Patriota

  Bolsonaro recebe novo convite para se juntar ao Patriota Bolsonaro recebe novo convite para se juntar ao PatriotaApesar de amenizar a possibilidade de se desfiliar do PSL, Jair Bolsonaro continua sem esconder a insatisfação com a gestão interna da sigla e voltou a criticar a legenda na quarta-feira (9/10). Segundo ele, “o partido está estagnado”. Mesmo diante das reclamações, pelo menos pelos próximos dias, o presidente garantiu que permanecerá como pesselista.

Bolsonaro afirma que "não tem crise" após declaração polêmica. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (9) que "por enquanto" permanecerá no PSL e comparou a crise no partido a uma " briga de marido e mulher ".

Briga de marido e mulher , de vez em quando acontece. O problema não é meu. O pessoal quer um partido diferente, atuante", disse Jair Bolsonaro ao 247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (9) que, "por enquanto", permanecerá no PSL e voltou a usar a metáfora do casamento para falar da

Presidente disse que grupo de congressistas do PSL querem partido 'mais atuante'© Sérgio Lima/Poder360 Presidente disse que grupo de congressistas do PSL querem partido 'mais atuante'

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 4ª feira (9.out.2019), ao sair do Palácio do Planalto, que “não tem crise nenhuma” dentro de seu partido, o PSL.

“Por enquanto, tudo bem”, respondeu o presidente ao ser questionado se continuaria ou não na legenda. “Briga de marido e mulher. De vez em quando acontece. Está tudo bem”, disse.

A declaração do presidente se deu ao fim de 1 dia de trocas de farpas e uma ou outra tentativa de apaziguamento entre filiados ao PSL. O pivô da crise –negada por Bolsonaro– foi o próprio presidente que, na manhã dessa 3ª feira (8.out), disse a 1 apoiador que era para ele “esquecer o partido e o presidente o PSL, Luciano Bivar.

'Nunca fui bolsonarista', diz João Doria

  'Nunca fui bolsonarista', diz João Doria 'Nunca fui bolsonarista', diz João Doria"Nunca fui bolsonarista. O 'Bolsodoria' não fui eu criei. Esse movimento nasceu no interior de São Paulo, ma eu incorporei. Eu jamais votaria no Fernando Haddad (PT, adversário de Bolsonaro no 2º turno).

Líder do PSL no Senado diz estar surpreso com fala de Bolsonaro contra o partido. O líder do PSL no Senado, senador Major Olímpio ( PSL -SP), se disse nesta terça-feira (8) "perplexo" com a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o partido, ao qual ele é filiado.

Também diz respeito a uma novidade de uma situação já conhecida. Artigo. Ainda segundo o presidente do PSL , nada mudará no partido com a saída de Bolsonaro . 2. Marido tenta esfaquear mulher que ouvia a música 'Desça daí, seu corno'.

Mais cedo nesta 4ª, Bolsonaro teve reunião com advogados e com congressistas do PSL. O presidente disse que o grupo quer “1 partido diferente, atuante”. E completou: “Não tem confusão nenhuma”.

À tarde, o presidente cancelou a agenda com o ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), esperada para as 15h. No lugar, falou com deputados federais do PSL insatisfeitos com a sigla.

Álvaro Antônio é o ministro indiciado pela PF (Polícia Federal) e denunciado pelo MPE (Ministério Público Eleitoral) pelo suposto esquema das candidaturas-laranja do PSL de Minas Gerais. Ele presidia a legenda naquele estado durante a campanha de 2018.

__________________________________

Bolsonaro sanciona lei que prevê apreensão de arma de agressor de vítima de violência doméstica .
Bolsonaro sanciona lei que prevê apreensão de arma de agressor de vítima de violência doméstica a prioridade na matrícula dos seus dependentes em instituição de educação básica mais próxima de seu domicílio.Outras mudançasEm meados de setembro, o presidente Jair Bolsonaro havia sancionado outro projeto de lei que também promoveu mudanças na Lei Maria da Penha.Pela legislação, mulheres vítimas de violência doméstica e familiar deverão ser indenizadas por tratamentos médicos realizados em decorrência de agressões, seja por ação direta ou omissão dos acusados.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!