Política: MP pede abertura de novo inquérito contra ministro do Turismo por caixa 2 - - PressFrom - Brasil

Política MP pede abertura de novo inquérito contra ministro do Turismo por caixa 2

04:50  10 outubro  2019
04:50  10 outubro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Bolsonaro mantém ministro do Turismo no cargo, diz porta-voz após indiciamento

  Bolsonaro mantém ministro do Turismo no cargo, diz porta-voz após indiciamento Bolsonaro mantém ministro do Turismo no cargo, diz porta-voz após indiciamento"O presidente da República aguardará o desenrolar do processo. O ministro permanece no cargo", disse o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, ao ser questionado pelo Estadão/Broadcast.

Cerca de uma hora depois da entrevista do presidente, o porta-voz de Bolsonaro, Otávio Rêgo Barros, afirmou que ele "não pretende deixar o PSL de Campanhas do PSL. MP pede abertura de novo inquérito contra ministro do Turismo por caixa 2 . Marcelo Álvaro já foi denunciado por esquema

MP pede abertura de novo inquérito contra ministro do Turismo por caixa 2 . Marcelo Álvaro já foi denunciado por esquema de candidaturas-laranja. Uma semana de protestos. Equador tem novos confrontos em dia de greve geral. Carros não circulam e lojas fecharam em Quito; cresce pressão

Investigação da Polícia Federal envolve Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo© Sérgio Lima/Poder360 Investigação da Polícia Federal envolve Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo

O MPE (Ministério Público Eleitoral) pediu que a Justiça determine a abertura de 1 novo inquérito contra o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, por suposto uso de caixa 2 em sua campanha a deputado pelo PSL, em 2018.

O ministro já é alvo de inquérito que apura esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais para desviar verba pública da legenda.

Nesta 4ª feira (9.out.2019), duas novas testemunhas prestaram depoimento à PF (Polícia Federal). A informação foi divulgada pelo Jornal Nacional, da TV Globo.

Bolsonaro recebeu diretor-geral da PF depois de ministro do Turismo ser indiciado

  Bolsonaro recebeu diretor-geral da PF depois de ministro do Turismo ser indiciado Bolsonaro recebeu diretor-geral da PF depois de ministro do Turismo ser indiciadoA reunião foi no mesmo dia que a Polícia Federal indiciou o ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e mais 10 pessoas no inquérito sobre o uso de candidaturas-laranja no PSL em Minas Gerais.

Duas novas testemunhas se apresentaram no dia em que a tensão entre Jair Bolsonaro e PSL atingiu seu grau máximo edit. 9 de outubro de 2019, 20:51 h 247 - O Ministério Público Eleitoral pediu que a Justiça abra um segundo inquérito contra o ministro do turismo , Marcelo Álvaro Antônio (PSL)

Conta caixa econômica federal. Ag: 2186 conta corrente: 00031093-6 op:001 carlos batista alves neto. FROTA ATACA AUTORITARISMO DE BOLSONARO NO RODA VIVA - Продолжительность: 22:06 A Nova Máquina do Tempo 5 198 просмотров.

As testemunhas tratam-se de duas mulheres que trabalharam na campanha de Marcelo Álvaro Antônio para deputado federal, em Conselheiro Lafaiete (MG).

“Eu ficava no gabinete e também panfletava com as meninas nas ruas em prol dessa campanha dele”, afirmou uma das mulheres. Ela preferiu não identificar na reportagem.

Segundo o jornal, as duas mulheres teriam sido contratadas por Ivanete Nogueira, vice presidente do PSL na cidade e responsável pela equipe de trabalho da campanha de Marcelo no local.

Ao Jornal Nacional, Ivanete, que, já prestou depoimento para a Polícia Federal, disse que pelo menos parte da campanha do ministro em Conselheiro Lafaiete foi paga via caixa 2. Ela disse que recebeu R$ 17 mil em dinheiro para efetuar os pagamentos em uma caixa de papel e que negociou direto com Marcelo.

Planilha indica caixa 2 em campanha de Bolsonaro e Álvaro Antônio, diz jornal

  Planilha indica caixa 2 em campanha de Bolsonaro e Álvaro Antônio, diz jornal Planilha indica caixa 2 em campanha de Bolsonaro e Álvaro Antônio, diz jornalO ministro foi indiciado pela PF e na última 6ª feira (4.out.2019) e denunciado pelo MPE-MG (Ministério Público Eleitoral de Minas Gerais) pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita e associação criminosa. Ele nega ter cometido atos ilegais.

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, determinou a abertura de um inquérito contra Dilma, Lula e mais dois ex- ministros O pedido de investigação foi feito pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot. Ele listou três fatos como justificativa para a suspeita de

A Polícia Federal sugeriu a abertura de uma segunda investigação em decorrência do caso de candidatas laranjas do PSL, desta vez especificamente para as contas de campanha do ministro do Turismo , Marcelo Álvaro Antônio.

“Eu estive no gabinete dele, do Marcelo e tratei tudo com ele para coordenar a campanha dele em Conselheiro Lafaiete”, afirmou.

Em nota, o ministro Marcelo Álvaro Antônio disse que “seguiu rigorosamente as regras eleitorais, sendo que todos os gastos foram devidamente declarados à Justiça Eleitoral”.

Eis a íntegra da nota do ministro do Turismo:

“De tudo que está sendo posto, extraí-se, mais uma vez, uma nítida tentativa de macular a imagem de um homem público com histórico de vida pautado pela retidão e pela probidade.

A campanha eleitoral de Marcelo Álvaro Antônio ao cargo de Deputado Federal seguiu rigorosamente as regras eleitorais, sendo que todos os gastos foram devidamente declarados à Justiça Eleitoral. A propósito, deve ser registrado que as referidas contas de campanha foram devidamente aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Minas Gerais.

Planalto sugere boicote de anunciantes à Folha por reportagem sobre caixa 2

  Planalto sugere boicote de anunciantes à Folha por reportagem sobre caixa 2 Planalto sugere boicote de anunciantes à Folha por reportagem sobre caixa 2Pelo Twitter, o presidente disse que o jornal “transformou-se num panfleto ordinário às causas dos canalhas” e que se surpreende por patrocinadores anunciarem “nesse jornaleco”.

ÚLTIMAS - 02.04.16: A Advocacia-geral da União, AGU, afirmou, em nota, que vai acionar o Ministério da Justiça para abertura de inquérito contra a revista

O ministro do Turismo , Marcelo Álvaro Antonio (PSL), afirmou hoje que não pretende se afastar do cargo após ser denunciado pela Procuradoria Eleitoral de Minas Gerais pelo uso de candidaturas laranjas em 2018 e diante da possibilidade da abertura de uma nova investigação, agora por caixa 2 .

É de conhecimento público e notório que as Eleições Gerais de 2018 contemplavam a disputa para preenchimento de vários cargos de mandato eletivo, entre eles 02 (duas) vagas de Senador, Governador e Vice-governador, Presidente da República e Vice-Presidente da República, Deputados Estaduais e Deputados Federais. É público e notório que os materiais de campanha são realizados contendo propaganda para todos os cargos, com indicação de nome e número de urna, consistindo nas chamadas “dobradinhas”. Eventualmente pode ter ocorrido a distribuição e panfletagem, por parte das pessoas mencionadas, de algum material gráfico contendo a imagem de Marcelo Álvaro como candidato ao cargo de Deputado Federal.

Tais narrativas mencionadas, curiosamente, retratam as mesmas assertivas expressadas pela Senhora Ivanete. Resta provado que ela trabalhou para o candidato a Deputado Estadual Celso Mesquita, e que eventualmente ocorreu a distribuição e panfletagem, por parte da Senhora Ivanete, de algum material gráfico consistente nas chamadas “dobradinhas”, nele contendo a imagem do então candidato a Deputado Estadual Celton Mesquita e de Marcelo Álvaro como candidato a Deputado Federal.”
_______________


Notas fiscais reforçam a suspeita de caixa 2 na campanha do PSL de 2018 .
Notas fiscais reforçam a suspeita de caixa 2 na campanha do PSL de 2018Os documentos, que integram a prestação de contas da legenda, corroboram dados de uma planilha apreendida pela Polícia Federal na sede da empresa.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!