Política: FHC: ‘Huck vai deixar de ser celebridade e ser líder?’ - - PressFrom - Brasil

Política FHC: ‘Huck vai deixar de ser celebridade e ser líder?’

12:15  18 outubro  2019
12:15  18 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na Câmara

  Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na Câmara Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na CâmaraAgora, o documento precisa ser assinado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ocorre que outro grupo de deputados do PSL assinou uma lista paralela, devolvendo a liderança do partido ao Delegado Waldir. Esse 2º documento é patrocinado por aliados do presidente nacional da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), que tem travado confronto com Bolsonaro.

Tucano afirma que apresentador da Globo precisa começar a exercer liderança política se quiser ser candidato.

“ É preciso ver se Huck vai deixar de ser celebridade para ser líder ”, afirmou. Em 2018, FHC mostrou simpatia pela ideia de que Huck saísse como candidato Não foi o PSDB só. O sistema político que nós montamos na Carta de 1988 está se desmilinguindo. O exemplo mais óbvio disso é que o partido

No momento que lança o quarto e último volume de seus Diários da Presidência, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) assiste com ceticismo as articulações de Luciano Huck para as eleições de 2022. Em entrevista ao Estado, FHC diz que o apresentador precisa ser líder, e não uma celebridade. “É preciso ver se Huck vai deixar de ser celebridade para ser líder”, afirmou. Em 2018, FHC mostrou simpatia pela ideia de que Huck saísse como candidato e quebrasse a polarização entre Bolsonaro e PT, mas o apresentador desistiu de disputar. Geraldo Alckmin, que contou com uma coalizão de centro, teve só 4,76% dos votos.

Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da Câmara

  Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da Câmara Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da CâmaraForam protocoladas 3 listas. Duas pediam que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fosse líder do partido. A 1ª foi entregue com 27 nomes, mas apenas 26 foram validados; outra chegou com 27 e teve apenas 24 confirmados. A lista de apoio a Waldir continha 32 nomes, dos quais 29 bateram.

" É preciso ver se Huck vai deixar de ser celebridade para ser líder ", afirmou. Em 2018, FHC mostrou simpatia pela ideia de que Huck saísse como candidato e quebrasse a polarização entre Bolsonaro e PT, mas o apresentador desistiu de disputar. Geraldo Alckmin (PSDB), que contou com uma coalizão

" É preciso ver se Huck vai deixar de ser celebridade para ser líder ", afirmou. Em 2018, FHC mostrou simpatia pela ideia de que Huck saísse como candidato e quebrasse a polarização entre Bolsonaro e PT, mas o apresentador desistiu de disputar.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso no IFHC © Foto Alex Silva / Estadão O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso no IFHC

1. O sr. fala no livro sobre excessos dos procuradores. Vê semelhanças entre abusos da época com supostos abusos da Lava Jato?Não sei se há paralelo. O que estão tomando como abuso da Lava Jato: a interceptação telefônica. No telefone você fala com naturalidade. E as pessoas trabalham juntas, o procurador e o juiz. É provável que na Lava Jato haja também, como houve no passado, uma visão política. No passado, no meu tempo, era uma visão contra o governo e pró-PT, basicamente. Na Lava Jato pode ter havido uma visão política. Mas o juiz quando julga tem fatos. Não dá para dizer que contaminou todo o processo.

2. Compartilha da mesma opinião do senador Aloysio Nunes?

Tem que separar bem. Houve alguma coisa específica que incidiu sobre a decisão? Aí tem que rever. Mas se a decisão está embasada em fatos, então não tem sentido. São fatos. Posso não me conformar, por exemplo, com o caso do Eduardo Azeredo. Acho um absurdo. Foi condenado a mais de 20 anos por uma coisa que me parece que ele não tinha responsabilidade direta.

30 países que têm os melhores salários do mundo

  30 países que têm os melhores salários do mundo 30 países que têm os melhores salários do mundo

/nacional/37286/ huck - vai - deixar - de - ser - celebridade - e - ser - lider -questiona- fhc . Mudanças de comportamento e até de temperamento, você perde um pouco a paciência diante dos fatos, pois a semana está um pouco corrida e você precisa encontrar respostas financeiras, a correria acaba te

' Huck vai deixar de ser celebridade e ser líder ?', questiona FHC . O general reformado do Exército Augusto Heleno Ribeiro, de 72 anos, deixou de vez no cabide a farda de militar de

3. Vê abuso na Lava Jato?

Não sei dizer. Na média a Lava Jato foi positiva. Colocou na cadeia ricos e poderosos que nunca iam presos. Não gosto de ver gente na cadeia, não tenho satisfação. Mas não posso deixar de reconhecer que a Lava Jato foi uma reação à corrupção do sistema democrático.

4. No livro, o sr. fala que o Brasil poderia pagar um alto preço pela eleição do Lula. O preço seria o governo Bolsonaro?

Para o meu gosto, os dois são um preço alto. Mas que eu saiba, não teve nada no governo Bolsonaro até agora que tivesse sido contra a lei. Não votei no Bolsonaro e não apoio o governo, mas é preciso ter equilíbrio nessas coisas. Há liberdade, imprensa livre, Justiça e Congresso funcionando. Outra coisa é discordar das medidas que são tomadas. Não vejo que o governo Bolsonaro tenha incorrido em alguma coisa que fosse crime, contra a lei.

5. E a suspeita de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro e a suposta proximidade com milícias?

Não, loja que vendeu camisa satirizando o presidente Jair Bolsonaro não é de Luciano Huck

  Não, loja que vendeu camisa satirizando o presidente Jair Bolsonaro não é de Luciano Huck Não, loja que vendeu camisa satirizando o presidente Jair Bolsonaro não é de Luciano HuckEm todas, o texto acompanha um vídeo no qual uma mulher se mostra indignada ao encontrar à venda em uma loja uma camisa que ironiza o presidente Jair Bolsonaro.

todos os conteúdos de O Antagonista. Para começar, basta informar seu nome e email: Vou deixar passar a chance. Para FHC , Huck “tem que decidir que São coisas parecidas, mas não são iguais, ter popularidade pela via da celebridade e pela via da briga política. A política divide, a celebridade

/nacional/37286/ huck - vai - deixar - de - ser - celebridade - e - ser - lider -questiona- fhc . Mudanças de comportamento e até de temperamento, você perde um pouco a paciência diante dos fatos, pois a semana está um pouco corrida e você precisa encontrar respostas financeiras, a correria acaba te

Mas isso não é ele. Não posso condenar o presidente por sua família. Tem que ver caso a caso. Me parece suspeito que alguém que ligado a Presidência da República tenha ligações com milícias.

6. Em 2018, o PSDB teve o pior resultado de sua história e hoje se fala em ‘novo PSDB’. Onde o partido errou e o que acha do discurso do governador João Doria de um novo PSDB, mais conservador?

Não foi o PSDB só. O sistema político que nós montamos na Carta de 1988 está de desmilinguido. O exemplo mais óbvio disso é que o partido majoritário hoje – chama-se PSL – está brigando entre si agora e tem só 54 deputados. Na Câmara, tem 513. É uma proporção pequena.

7. O PSDB não errou então?

Todos erraram. Vou dar um exemplo simples: o PSDB nunca aceitou a realidade contemporânea, que é a internet. Quer organizar um movimento ou um partido como? Com reuniões físicas? Isso é uma coisa antiga.

8. O que acha dos expurgos que governador Doria está fazendo no PSDB?

Sou contra expulsão a menos que a pessoa seja condenada.

9. Em 2002, disse que Lula não estava preparado para ser presidente. Acha que Bolsonaro está?

Deputados bolsonaristas apresentam nova lista para nomear Eduardo líder do PSL na Câmara

  Deputados bolsonaristas apresentam nova lista para nomear Eduardo líder do PSL na Câmara Deputados bolsonaristas apresentam nova lista para nomear Eduardo líder do PSL na CâmaraO líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), apresentou uma nova lista nesta segunda-feira à Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Casa para nomear o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, como novo líder do partido.

/nacional/37286/ huck - vai - deixar - de - ser - celebridade - e - ser - lider -questiona- fhc . É tempo de recomeçar, de reconstruir seus planos, de criar uma nova oportunidade dentro de si mesmo, fazer valer cada momento, deixar de lado tudo o que for prejudicial e buscar focar em seus objetivos.

FHC : ' Huck vai deixar de ser celebridade e ser líder ?' Ao deixar o Palácio da Alvorada no sábado para comparecer a um churrasco, o presidente comentou a soltura de Lula, afirmando que "ele está solto, mas continua com todos os crimes nas costas".

Estava errado no caso do Lula, não quero fazer a mesma coisa com o Bolsonaro. O que Lula fez que outros não conseguiram? Formar uma maioria, explicar ao País para onde é que vai.

10. Lula é um preso político?

Não, eu não acho. Pode ter motivação contra ele, inclusive por juízes, mas não é por isso que ele é condenado. É condenado por fatos.

11. Há um movimento que busca um candidato de centro para evitar os extremos. Luciano Huck poderia ser esse nome?

Eventualmente sim, mas o que significa isso? Significa que a pessoa tem que exercer a liderança política. Sou amigo do Luciano, etc. Agora, preciso ver se ele vai deixar de ser celebridade para ser líder. Celebridade é uma coisa importante, tem acesso ao povo, mas líder é outra coisa. Se ele fizer esse passo, ele tem chance. Às vezes pessoas são eleitas sem ter essa qualidade, chegam ao governo e não governam. Ou governam com dificuldade.

12. O governador Doria pode ser esse nome?

Ser eleito presidente depende de você entender e lidar com a diversidade do Brasil. Não sei se o Doria tem capacidade de expressar um sentimento nacional.

13. O senhor acha que Bolsonaro fica até o final do governo?

Eu sou democrata, profundamente. Em um duplo sentido: institucional e olhar para a maioria, o povo. Ele foi eleito e está começando a governar. Tem de ser respeitada a decisão do povo.

14. O PT está cumprindo o papel de ser oposição?

O PT tem uma única consigna: Lula livre.

Huck: 'Se a gente não cuidar das pessoas este País vai implodir' .
Huck: 'Se a gente não cuidar das pessoas este País vai implodir'“É óbvio que a gente tem que tentar construir um País eficiente em termos de gestão, mas ele tem que ser afetivo. Se a gente não cuidar das pessoas, este País vai implodir porque ele é muito desigual”, disse Huck durante o 12º Encontro de Líderes da Comunitas realizado nesta sexta-feira, 25, em São Paulo.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!