Política: ‘Implosão de Bolsonaro’, ‘alforria de Joice’ e Eduardo sem liderança: a novela que rachou o PSL - - PressFrom - Brasil

Política ‘Implosão de Bolsonaro’, ‘alforria de Joice’ e Eduardo sem liderança: a novela que rachou o PSL

12:58  18 outubro  2019
12:58  18 outubro  2019 Fonte:   bbc.com

Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança

  Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderançaO Palácio do Planalto busca saídas para a crise no PSL depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu comandar, sem sucesso, uma manobra para destituir o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO), e substituí-lo por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP). O Estado apurou que uma nova lista com assinaturas de parlamentares já está sendo preparada e será apresentada à Câmara, em mais uma tentativa de tirar Waldir da liderança do PSL.

Joice Hasselmann ( PSL -SP) acabou removida por Bolsonaro do posto de líder do governo no Congresso. O congressista que ocupa este cargo é o responsável por comandar a articulação do Image caption Eduardo Bolsonaro apresentou duas listas referentes à liderança do PSL na Câmara.

Às vezes, isso pode acontecer se você tiver problemas de conexão com a Internet ou estiver executando software/plug-ins que afetem o tráfego da Internet.

Convenção do PSL que oficializou candidatura de Jair Bolsonaro em 2018; crise do presidente com seu partido se intensificou nesta semana© FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL Convenção do PSL que oficializou candidatura de Jair Bolsonaro em 2018; crise do presidente com seu partido se intensificou nesta semana

A crise aberta entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o partido pelo qual ele se elegeu em 2018, o PSL, se acirrou ao longo desta semana.

Até o fechamento desta reportagem, a celeuma tinha resultado na destituição de Joice Hasselmann (SP) como líder da sigla no Congresso; em uma tentativa mal-sucedida de Bolsonaro de emplacar do filho Eduardo (PSL-SP) como líder na Câmara; e em uma bancada pesselista rachada ao meio.

Políticos de vários matizes — inclusive do PSL — admitem que está difícil de entender como vai terminar a "novela" envolvendo o presidente da República, seus filhos e a sigla criada e comandada desde 1998 pelo deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE).

''Não esperava nenhum tipo de gentileza'', diz Joice sobre destituição

  ''Não esperava nenhum tipo de gentileza'', diz Joice sobre destituição ''Não esperava nenhum tipo de gentileza'', diz Joice sobre destituição"Foi ingrato, mal educação. Eu fiquei sabendo pela imprensa. Mas eu conheço o jeitão. Não esperava nenhum tipo de gentileza. Eu sei quem é o presidente, respeito o presidente, ou era o presidente, ou era o Hadad, não tinha o que fazer. Eu acreditei na mudança e continuo acreditando, mas acho que a melhor ajuda dá quem mostra os erros. Quando você tem uma sombra de pessoas dizendo só amém, isso prejudica o Brasil", avisou.

Joice Hasselmann ( PSL -SP) acabou removida por Bolsonaro do posto de líder do governo no Congresso. O congressista que ocupa este cargo é o responsável por comandar a articulação do Image caption Eduardo Bolsonaro apresentou duas listas referentes à liderança do PSL na Câmara.

Na tarde de hoje, por exemplo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro ( PSL -SP) publicou uma montagem da deputada federal Joice Hasselmann ( PSL -SP) dentro de uma nota de R$ 3 ' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL .

"Os jornalistas pedem para eu explicar o que está acontecendo no partido a que estou filiada e só o que eu posso dizer é que não tenho a menor ideia do que se passa", escreveu a deputada estadual de São Paulo Janaina Paschoal (PSL) no Twitter, na tarde desta quinta-feira (17).

A confusão no PSL passa pela disputa pelo controle do Diretório Nacional da legenda — o mandato de Bivar no comando da sigla se encerra em novembro — e também pelo destino da soma milionária que o partido passou a receber neste ano dos fundos Partidário e Eleitoral.

A 'guerra de listas'

Luciano Bivar, presidente do PSL, foi alvo de operação da PF e vive embate com Bolsonaro© Agência Senado Luciano Bivar, presidente do PSL, foi alvo de operação da PF e vive embate com Bolsonaro

O clima no PSL parecia ter arrefecido no fim semana, mas voltou a ficar tenso já na manhã de terça-feira (15), quando a Polícia Federal foi às ruas numa operação contra Bivar.

Autorizada pelo plenário do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), no dia anterior, a PF esteve em nove endereços ligados a Bivar. Até mesmo celulares dele foram apreendidos — a operação investiga a existência de supostas candidatas "laranjas", isto é, de fachada, no PSL pernambucano em 2018.

Mesmo sem qualquer evidência concreta, deputados do PSL ligados ao pernambucano passaram a levantar suspeitas sobre o momento escolhido para a operação — justamente quando Bivar está envolvido em uma disputa com o Planalto.

Em conflito com Bolsonaro, Joice Hasselmann perde 126 mil seguidores nas redes

  Em conflito com Bolsonaro, Joice Hasselmann perde 126 mil seguidores nas redes Em conflito com Bolsonaro, Joice Hasselmann perde 126 mil seguidores nas redesA debandada nas redes da deputada se deu imediatamente após o distanciamento de Joice e os Bolsonaro ser escancarado. A deputada assinou nesta semana uma lista de apoio à permanência do Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara, contrariando interesses do presidente, que articulou para que seu filho 03, Eduardo Bolsonaro (SP), assumisse o posto.

' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL . Com substituto de Joice , MDB tem um ministro e duas lideranças no governo. Com a substituição da deputada federal Joice Hasselmann ( PSL -SP) pelo senador Eduardo Gomes

Declarações controversas do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos Eduardo e Carlos contra instituições democráticas têm gerado uma série de reações inflamadas de políticos, magistrados e ‘ Implosão de Bolsonaro ’, ‘ alforria de Joice ’ e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL .

Na noite da mesma terça-feira, Waldir orientou os deputados do PSL a obstruir a votação de uma Medida Provisória que interessava ao governo. A obstrução é um instrumento usado pelos partidos para permitir que seus deputados não contem para o atingimento do quórum das sessões, mesmo que eles estejam dentro do plenário.

A justificativa de Waldir para o fato era evitar que os congressistas ausentes do PSL tomassem falta, mas o Planalto sentiu-se atingido: na quarta (16), pesselistas leais a Jair Bolsonaro reuniram assinaturas de deputados para destituir Waldir do posto de líder. A expectativa era de que o filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), se tornasse o novo líder da sigla na Casa.

Mas o grupo bivarista reagiu e apresentou outra lista com assinaturas suficientes para manter o líder no posto. Nesta quinta-feira (17), a Mesa Diretora da Câmara validou a lista do grupo contrário ao bolsonarismo e Waldir se manteve como líder do partido na Casa.

'Bolsonaro não está algemado no PSL, não. Aqui não tem ninguém amarrado', diz Delegado Waldir© Fabio Pozzebom / Agência Brasil 'Bolsonaro não está algemado no PSL, não. Aqui não tem ninguém amarrado', diz Delegado Waldir

Eduardo Bolsonaro apresentou duas listas: a primeira, entregue às 21h50 de quarta, tinha 26 assinaturas válidas. A segunda, às 22h27, tinha 24 apoios. Já a lista de Delegado Waldir, entregue às 22h18, tinha 29 assinaturas válidas — garantindo a ele o direito de continuar como líder da legenda na Câmara.

Crise no PSL: Joice trava embate com Eduardo Bolsonaro e redes viram ringue

  Crise no PSL: Joice trava embate com Eduardo Bolsonaro e redes viram ringue Crise no PSL: Joice trava embate com Eduardo Bolsonaro e redes viram ringue

' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL . Entenda a escalada na crise entre bolsonaristas Além de trazer problemas para a pauta econômica, rachar o próprio partido a menos de um ano das eleições municipais não é boa ideia em termos

' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL . A reunião de Bolsonaro com os deputados ocorre num momento de grande desgaste entre o ocupante do Planalto e o presidente do PSL , o deputado pernambucano Luciano Bivar.

Derrotado na disputa pela liderança do partido, Eduardo Bolsonaro pode ter sido prejudicado em outra frente: o presidente da República teria desistido de enviar ao Senado a indicação dele para atuar como embaixador em Washington (EUA), pelo menos por enquanto, segundo a revista Época. Pouco depois, o porta-voz de Bolsonaro, Otávio Rêgo Barros, disse que a indicação está mantida e será encaminhada ao Senado "oportunamente".

O deputado federal se reuniu com o presidente da República no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira.

Na tarde desta quinta, políticos próximos a Bivar disseram ainda que Eduardo e seu irmão, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), seriam removidos do comando do PSL em São Paulo e no Rio, respectivamente.

A "guerra de listas" também acabou respingando em outro nome em posição estratégica no PSL.

Joice Hasselmann (PSL-SP) acabou removida por Bolsonaro do posto de líder do governo no Congresso. O congressista que ocupa este cargo é o responsável por comandar a articulação do governo em sessões conjuntas de deputados e senadores — como votações de vetos e a apreciação do Orçamento. Joice foi sacada do posto depois de assinar a lista para manter Delegado Waldir no cargo. Nos últimos dias, Joice também tem dito que pode deixar o PSL para disputar a prefeitura de São Paulo no ano que vem.

Briga entre Carlos Bolsonaro e Joice Hasselmann envolve até emojis

  Briga entre Carlos Bolsonaro e Joice Hasselmann envolve até emojis Briga entre Carlos Bolsonaro e Joice Hasselmann envolve até emojisPrimeiro, Carlos Bolsonaro, filho mais novo do presidente, postou uma série com cinco emojis: um porco, um rato, uma cobra, uma galinha e uma lula. A deputada então respondeu com outra sequência de desenhos: três veados e três ratos.

Com a escolha de Eduardo Gomes, o governo passa a ter dois líderes do MDB – o Horas após a confirmação da substituição de Joice Hasselman por Eduardo Gomes, o Frases que marcaram racha no PSL . Veja quem votou em Delegado Waldir e quem apoiou Eduardo Bolsonaro para líder.

Após duas semanas de crise que rachou o partido do presidente, desfecho da batalha em torno da sigla ainda é incerto. A cada dia parece se desenrolar um novo capítulo da novela pelo controle do PSL , partido do presidente Jair Bolsonaro e que detém a segunda maior bancada na Câmara.

No Twitter, a deputada comparou sua remoção do cargo a uma "alforria" — a palavra se refere ao documento que os escravos recebiam quando conquistavam a liberdade, no Brasil.

"Não nasci líder, não preciso disso. Trabalhei 20h por dia para salvar o governo de crises, aprovar pautas importantes para o país, apagar incêndios durante todos esses meses. Agora ganho minha alforria e mais tempo para cuidar do meu mandato e da minha candidatura à prefeitura", escreveu ela.

Eduardo Bolsonaro apresentou duas listas referentes à liderança do PSL na Câmara© Reprodução/Câmara dos Deputados Eduardo Bolsonaro apresentou duas listas referentes à liderança do PSL na Câmara Os 'bivaristas' também apresentaram sua lista (a imagem não traz a íntegra do documento, faltando os seguintes nomes: Nelson Barbudo; Nereu Crispim; Nicoletti; Professor Joziel; e Professora Dayane Pimentel)© Reprodução/Câmara dos Deputados Os 'bivaristas' também apresentaram sua lista (a imagem não traz a íntegra do documento, faltando os seguintes nomes: Nelson Barbudo; Nereu Crispim; Nicoletti; Professor Joziel; e Professora Dayane Pimentel)

'Eu vou implodir o presidente'

A guerra de listas no PSL da Câmara veio acompanhada de uma verdadeira "batalha de áudios" entre os dois lados do partido.

Na manhã desta quinta-feira (17), as revistas Época e Crusoé divulgaram uma gravação de áudio atribuída ao presidente Jair Bolsonaro. No trecho, o presidente pediria a um interlocutor não identificado que assinasse uma lista para remover Waldir da liderança.

"Olha só, nós estamos com 26, falta só uma assinatura pra gente tirar o líder, tá certo, e botar o outro. A gente acerta, e entrando o outro agora, em dezembro tem eleições pro futuro líder a partir do ano que vem", teria dito o presidente.

O líder, segundo Bolsonaro, tem o poder de "indicar pessoas, de arranjar cargo no partido, é promessa pra fundo eleitoral pro caso das eleições… é isso que os caras têm", diz. "Mas você sabe que o humor desses cara muda de uma hora para a outra", continua. Na ligação, Bolsonaro diz ainda que não é favorável ao uso das listas para remover líderes - mas, naquele momento, não teria lhe sobrado "outra alternativa" para resolver a questão.

Joice Hasselmann diz que deputados foram ‘pressionados a dar golpe’ no PSL

  Joice Hasselmann diz que deputados foram ‘pressionados a dar golpe’ no PSL Joice Hasselmann diz que deputados foram ‘pressionados a dar golpe’ no PSL“Algumas pessoas, eu sinto muito, foram pressionadas e não conseguiram aguentar a pressão. Porque quando alguém do Palácio [do Planalto] liga ou o próprio presidente liga […], é obvio que muita gente foi pressionada e acabou assinando uma lista para tentar dar 1 golpe no partido, o partido que é o maior da Câmara, e que o presidente precisa desse partido”, afirmou Joice Hasselmann.

saiba mais. ' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL . Segundo a revista Época, Bolsonaro suspendeu o plano de colocar Eduardo na Embaixada nos EUA devido à crise com o PSL e à perspectiva de uma derrota na votação no Senado.

' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL . Câmara respondeu que, em abril, antes de Bolsonaro assinar a Medida Provisória que instituiu o pagamento do décimo terceiro para beneficiários do Bolsa Família, o projeto já havia sido

Pouco depois, o site jornalístico R7, ligado à TV Record, divulgou a gravação de uma reunião da ala "bivarista" do PSL. Num trecho, Delegado Waldir diz que vai "implodir" Bolsonaro com uma gravação.

"Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. Não tem conversa. Eu implodo ele. Eu sou o cara mais fiel. Acabou, cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo. Eu andei no sol em 246 cidades para defender o nome desse vagabundo", diz ele. A hashtag #EuVouImplodirOPresidente ficou no topo dos assuntos brasileiros no Twitter.

Na manhã de quarta-feira, Bolsonaro disse que não guarda "mágoa" de Luciano Bivar. Afirmou ainda que não quer "tomar" o PSL de quem quer que seja, mas insisitiu em cobrar "transparência" nas contas do partido. Desde aquele momento, o presidente tem dito em suas aparições públicas que não irá comentar a crise com o PSL — em sua tradicional aparição ao vivo no Facebook, no começo da noite desta quinta-feira (17), Bolsonaro não tocou no tema. Estava ao seu lado o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan. No fim da transmissão, o presidente disse que o lojista ajuda o país "mais que muito político".

"Eu não tenho falado nada do PSL. Zero (...). O partido tá com a oportunidade de se unir na transparência. Não tem um lado A nem um lado B. 'Ah, o presidente falou em transparência'. Falei sim em transparência. Vamos mostrar as contas", disse. No fim da semana passada, a advogada eleitoral de Bolsonaro, Karina Kufa, pediu acesso às informações financeiras da legenda.

Com Bivar, o papo é outro. Nos últimos dias, o presidente do PSL tem dito a seus aliados que a relação com Bolsonaro está danificada e "não tem volta". Ele também reclama de sentir-se "traído" pelo presidente da República. A situação teria se tornado "insustentável", segundo teriam dito aliados dele à Globo News.

Quem são os 'bivaristas' e os 'bolsonaristas' na crise

Bolsonaro e Bivar travam disputa pelo comando do PSL© Governo de Transição/Agência Camara Bolsonaro e Bivar travam disputa pelo comando do PSL

A "guerra de listas" da noite de quarta (16) deixou a bancada do partido dividida praticamente ao meio - 29 deputados assinaram a lista "bivarista", para manter Delegado Waldir no comando do partido na Câmara; enquanto 24 assinaram a segunda versão da lista de Eduardo Bolsonaro.

PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara

  PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara nessa segunda-feira, 21, depois de mais um capítulo da batalha que nomeou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder da bancada. O filho do presidente foi confirmado no cargo de liderança após receber o apoio de 28 dos 53 parlamentares da legenda – a lista original tinha 29 nomes, mas um não foi aceito A lista dos destituídos, divulgada após a entrega do cargo de líder a Eduardo, é composta em sua maioria por parlamentares ligados ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE).

A defesa de Lula argumenta que não há provas de que ele foi beneficiado pelo apartamento, pois o ex-presidente nunca usou ou teve a propriedade do imóvel. BBC News Brasil. ' Implosão de Bolsonaro ', ' alforria de Joice ' e Eduardo sem liderança : a novela que rachou o PSL .

Além de Delegado Waldir, integra também este grupo o líder no Senado, Major Olímpio (SP).

O grupo também conta com nomes que eram muito próximos de Bolsonaro até recentemente. É o caso do deputado Julian Lemos (PSL-PB), que foi o coordenador da campanha de Bolsonaro no Nordeste durante a eleição de 2018. Na noite desta quarta, Lemos fez um forte discurso em defesa de Bivar no Plenário da Câmara.

A ala "bivarista" conta ainda com Fernando Francischini (PR), que é o atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara — posição estratégica dentro do processo legislativo.

Muitos destes congressistas foram apontados por Bivar para presidir o PSL em seus respectivos Estados: Waldir preside o PSL em Goiás, por exemplo, enquanto o pai de Fernando Francischini, o ex-deputado Delegado Francischini, comanda o diretório do Paraná. Nelson Barbudo (MT), outro bivarista, é o chefe do PSL em Mato Grosso.

Segundo a deputada Alê Silva (PSL-MG), que está rompida com o PSL e com Luciano Bivar, os deputados "bivaristas" estão interessados em manter o comando atual da legenda para permanecer à frente da sigla nos Estados - controlando os recursos e as candidaturas nas eleições municipais do ano que vem.

Do outro lado estão os "bolsonaristas" do PSL — deputados que cogitam sair da legenda caso o presidente da República o faça, e que tentaram emplacar Eduardo como líder da legenda.

Além dos filhos do presidente com mandato no Congresso — Eduardo Bolsonaro na Câmara e Flávio Bolsonaro (PSL-SP) no Senado — integram esta ala pelo menos mais 24 deputados federais. O grupo assinou uma carta elaborada pelos advogados eleitorais do presidente, Kufa e Admar Gonzaga, pedindo a abertura das contas do partido.

O grupo inclui os pesselistas Hélio Lopes (RJ), apelidado por Bolsonaro de "Hélio Negão"; Carla Zambelli (SP); Ubiratan Sanderson (RS); Márcio Labre (RJ); Bia Kicis (DF); Luiz Philippe de Orléans e Bragança; e também o líder do governo na Câmara, o deputado Major Vitor Hugo (GO).

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!


PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara .
PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara nessa segunda-feira, 21, depois de mais um capítulo da batalha que nomeou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder da bancada. O filho do presidente foi confirmado no cargo de liderança após receber o apoio de 28 dos 53 parlamentares da legenda – a lista original tinha 29 nomes, mas um não foi aceito A lista dos destituídos, divulgada após a entrega do cargo de líder a Eduardo, é composta em sua maioria por parlamentares ligados ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!