Política: Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança - - PressFrom - Brasil

Política Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança

15:35  18 outubro  2019
15:35  18 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL

  Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL"Eu falei com alguns parlamentares, me gravaram? Deram uma de jornalista? Eu converso com deputados. Eu não trato publicamente desse assunto (PSL), converso individualmente. Se alguém grampeou o telefone, primeiro é uma desonestidade, tá ok?", disse o presidente na saída do Palácio da Alvorada ao ser questionado sobre áudios que seriam supostamente de suas conversas com parlamentares, vazados na noite de quarta-feira.

A definição sobre a liderança foi tomada após a área técnica da Câmara fazer a contagem das assinaturas das diferentes listas apresentadas nesta quarta-feira Delegado Waldir entrega outra lista para retomar o cargo. Áudios mostram articulação de Bolsonaro para tirar Waldir da liderança .

Logo em seguida, porém, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) apresentou uma lista com 31 de assinaturas para retomar a liderança . Somadas, as duas listas continham 58 assinaturas, cinco a mais que o número de deputados do partido.

O deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO) © Foto: Gabriela Biló / Estadão O deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO)

O Palácio do Planalto busca saídas para a crise no PSL depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu comandar, sem sucesso, uma manobra para destituir o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO), e substituí-lo por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP). O Estado apurou que uma nova lista com assinaturas de parlamentares já está sendo preparada e será apresentada à Câmara, em mais uma tentativa de tirar Waldir da liderança do PSL.

A aposta do Planalto é que, com todos os percalços, será possível "realinhar" o partido em torno de Bolsonaro. Antes de decolar de Brasília para Florianópolis, no início da tarde desta quinta-feira, 17, Bolsonaro incumbiu o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, de comunicar à deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) que ela estava sendo destituída da função de líder do governo no Congresso. Para o lugar de Joice Hasselmann foi indicado o deputado Eduardo Gomes (MDB-TO). Ramos telefonou antes, porém, para os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a fim de lhes informar sobre a mudança.

Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da Câmara

  Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da Câmara Delegado Waldir segue líder do PSL, informa Secretaria Geral da CâmaraForam protocoladas 3 listas. Duas pediam que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fosse líder do partido. A 1ª foi entregue com 27 nomes, mas apenas 26 foram validados; outra chegou com 27 e teve apenas 24 confirmados. A lista de apoio a Waldir continha 32 nomes, dos quais 29 bateram.

nova lista , a fim de tirar Waldir da liderança . A iniciativa é mais um episódio da briga de listas para definir um nome para a liderança do Na quarta-feira, grupo ligado a Eduardo apresentou uma relação de assinaturas para tirar a liderança de Waldir , que contra-atacou e também apresentou uma lista . Um deles chega a dizer que só era procurado pelo Planalto , desde o início do mandato, em

Líder do PSL na Câmara diz que Bolsonaro articula para tirá -lo do partido. Logo depois do anúncio de que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) será o novo líder do PSL na Câmara, o deputado Delegado Waldir (GO)

“Precisamos serenar a situação”, disse Ramos ao Estado, em rápida conversa, lamentando não ter tido sucesso na missão de “construir pontes” entre os dois lados em disputa no PSL. O ministro fez questão de elogiar o trabalho de Joice em várias votações no Congresso. “Mas infelizmente, depois do dia de ontem, em que conversas em salas fechadas foram gravadas e vazadas e atitudes foram tomadas, para uma líder do governo no Congresso o presidente esperava que ela se comportasse, pelo menos, de forma isenta”, disse Ramos, admitindo que já havia um desgaste na relação.

O próprio Bolsonaro também manifestou sua indignação com Joice, em conversa com parlamentares. Para ele, a deputada não poderia ter permanecido em uma reunião na qual Delegado Waldir o xingava, sem fazer nada. Além disso, Joice apoiou a manutenção de Waldir na liderança do PSL na Câmara.

'Eu vou implodir o presidente', diz líder do PSL na Câmara

  'Eu vou implodir o presidente', diz líder do PSL na Câmara Áudio de reunião da ala ligada a Bivar, gravado por um dos presentes, foi obtido pelo Estado; ouça"Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. Não tem conversa. Eu implodo ele. Eu sou o cara mais fiel. Acabou, cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo. Eu andei no sol em mais de 246 cidades para defender o nome desse vagabundo”, afirma Waldir. Logo em seguida, alguém não identificado o alerta. "Cuidado com isso, Waldir.

Ao ser questionado se articulou para tirar Waldir da liderança do partido na Câmara, o presidente disse que não comenta o assunto publicamente. Logo em seguida, Waldir apresentou uma lista com 31 de assinaturas para retomar a liderança . Somadas, as duas listas continham 58 assinaturas

Waldir acusou o presidente Jair Bolsonaro de atuar para destituí-lo do cargo para indicar Eduardo. Segundo fontes, ainda não há o número de assinaturas suficientes para garantir a destituição de Waldir da liderança do PSL. Medida, que promove uma nova reforma administrativa no governo

O presidente também manifestou incômodo com as ameaças de destituição de seus filhos – o deputado Eduardo Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro – dos comandos dos diretórios do PSL em São Paulo e no Rio, respectivamente. No seu diagnóstico, isso não passa de "retaliação".

Ao Estado, o ministro Ramos disse acreditar que o racha no PSL não vai afetar a votação da reforma da Previdência no Senado, marcada para o próximo dia 22. "Não vai atrapalhar”, declarou o ministro. “Não se trata de um problema de natureza política, que impacta o Legislativo, mas, sim, do problema de um partido.” Ramos também minimizou possíveis impactos para o governo em votações na Câmara, onde a bancada do PSL tem 53 deputados.

“Eu não creio que parlamentares eleitos pela bandeira do Bolsonaro votem contra ele por uma questão interna do partido”, disse ele. Ramos reagiu, ainda, às críticas de que o governo não tem articulação política. “Articulação é controlar o PSL? Claro que não”, reagiu.

_____________

PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara .
PSL desliga todos os vice-líderes do partido na Câmara nessa segunda-feira, 21, depois de mais um capítulo da batalha que nomeou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder da bancada. O filho do presidente foi confirmado no cargo de liderança após receber o apoio de 28 dos 53 parlamentares da legenda – a lista original tinha 29 nomes, mas um não foi aceito A lista dos destituídos, divulgada após a entrega do cargo de líder a Eduardo, é composta em sua maioria por parlamentares ligados ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!