Política: Na avenida, contra Messias - - PressFrom - Brasil

Política Na avenida, contra Messias

16:06  18 outubro  2019
16:06  18 outubro  2019 Fonte:   istoe.com.br

Haddad: não tem hipótese de ser cada um por si na esquerda em 2020

  Haddad: não tem hipótese de ser cada um por si na esquerda em 2020 Haddad: não tem hipótese de ser cada um por si na esquerda em 2020Após discursar no pequeno palanque instalado na esquina da Avenida Paulista com a Alameda Ministro Rocha Azevedo, Haddad falou com a reportagem.

Contra-Mestre Messias convida para 8 º Encontro das Culturas Escola de Capoeira Angola Resistência.

Gente só que o ajudante do Messias é eu, e ariais no final agente ganhou pq não deu tempo pra continuar.

  Na avenida, contra Messias © Ilustração: Lázio Júnior

Para quem acredita piamente que carnaval nada tem a ver com política, aqui vai o recado: tudo sempre se torna político quando se é brasileiro, e isso é sinal de que a festança de Momo vai bem, mal quem vai é a política mesmo — mais ainda quando se tem um presidente que atravessa sem cerimônia o ritmo da democracia e do Estado de Direito. É aí que o carnaval dá o troco.

As escolas de samba e seus compositores seguem a marcha e farão dos desfiles do ano que vem uma passarela de críticas ao governo e ao bolsonarismo. Do jeito que a coisa anda, não há Pierrot, Arlequim ou Colombina que aguente e, então, não poderia ser diferente. Afinal, desde que o samba é samba, com a licença de Caetano Veloso, é assim. Falar mal de Bolsonaro, o que significa cantar a verdade, foi a narrativa escolhida por pelo menos oito das treze escolas de samba do Rio de Janeiro.

Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São Paulo

  Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São Paulo Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São PauloParticiparam do ato lideranças do partido como a presidente e deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), o candidato derrotado à Presidência pelo partido em 2018, Fernando Haddad, e o vereador Eduardo Suplicy. A deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) e Guilherme Boulos também estiveram lá. Os manifestantes levaram um grande boneco com os dizeres 'Lula livre' e se concentraram em frente ao Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP).

O Demutran está trocando o sistema dos semáforos no cruzamento da Avenida Gentil Messias com a Rua Nico Duarte.

Fundada em 1926 por Messias Baptista, a MESSIAS produz e comercializa espumantes e vinhos de reconhecida qualidade das principais regiões demarcadas: Bairrada, Douro, Dão, Vinho Verde, Beiras e Vinho do Porto.

“Índio pede paz mas é de guerra. Nossa aldeia é sem partido

ou facção. Não tem bispo, nem se curva a capitão. Quando

a vida nos ensina, não devemos mais errar. Com a ira

de Monã, aprendi a respeitar a natureza (…) Índio é dono

desse chão. Índio é filho da Portela”

“Guajupiá, terra sem males”, samba-enredo da Portela

Na azul e branca Portela — escola que até agora levantou o troféu de campeã vinte e duas vezes, mais do que qualquer outra —, das vinte e cinco composições levadas à quadra, o samba-enredo “Guajupiá, terra sem males”, que exalta os povos indígenas, venceu a disputa interna. Guajupiá, na mitologia tupi-guarani, quer dizer Paraíso, bem diferente daquele que o capitão, avesso aos indígenas, quer construir em nossas plagas tupiniquins. Em uma das passagens do samba, os compositores Márcia e Renato Lage capricharam: “Nossa aldeia é sem partido ou facção (…) nem se curva a capitão”. Resta alguma dúvida que se trata de uma clara alusão aos ataques do presidente à população indígena e ao meio ambiente?

Ônibus pega fogo na Avenida Lins de Vasconcelos, em São Paulo

  Ônibus pega fogo na Avenida Lins de Vasconcelos, em São Paulo Ônibus pega fogo na Avenida Lins de Vasconcelos, em São PauloUm curto-circuito no motor teria provocado o incêndio no coletivo que fazia a linha 476G/41 Vila Industrial-Metrô Ana Rosa, por volta das 21h30, próximo à Rua Calixto Mota.

8 avenida .com. Stores the user's cookie consent state for the current domain. 1 ano. HTTP. cssCache_fonts. 8 avenida .com. Bem-vindo ao 8 ª Avenida ! O centro comercial em S. João da Madeira, aqui vai encontrar sempre uma boa razão para…

Visita guiada com degustação de espumante Messias Custo: 5,00€ (totalmente reembolsáveis em compras superiores a 5,00€) Horário: 10h00-13h00 e 14h00-17h00 (Segunda a Sexta-feira) Visita aos Sábados para grupos sujeita a marcação prévia e disponibilidade.

“Será que todo povo entendeu o meu recado?

Porque de novo cravejaram o meu corpo, os profetas

da intolerância, sem saber que a esperança brilha mais

que a escuridão. Favela, pega a visão: não tem futuro

sem partilha nem Messias de arma na mão”

“A verdade vos fará livre”, samba-enredo da Mangueira

A verde-e-rosa desembarca no sambódromo com o samba-enredo assinado pela mesma compositora que emplacou o hino da escola no carnaval de 2019: Manuela Oiticica, a Manu da Cuíca. A ela, se juntou Luiz Carlos Máximo, e só podia mesmo dar coisa muito boa: “Será que todo povo entendeu o meu recado? Porque de novo cravejaram o meu corpo, os profetas da intolerância (…) Favela, pega a visão, não tem futuro sem partilha nem Messias de arma na mão”.

O samba está vivo

O objetivo de Manu da Cuíca foi o de ressaltar o caráter democrático e revolucionário da disputa de samba. O homenageado da Mangueira é Jesus Cristo. “Com certeza, ele aprovaria uma escola espetacular que trata a favela como um ato de sobrevivência, especialmente com esse governo que mais mata favelados. Mas o samba mostra que estamos vivos”, diz Manu.

O carnaval descrito aqui não é aquele do golden shower, como o capitão com certeza quererá fazer crer. O carnaval que Bolsonaro pretende fazer existir é o que sempre recebeu o falso estigma de um povo alienado a preferir a vida fácil regada a samba e a cerveja — e talvez ainda chame sambista de “va-ga-bun-do” e “co-mu-nis-ta”. Tomando-se emprestado, novamente, o genial Caetano Veloso, “atrás da verde-e-rosa só não vai quem já morreu”. Mas, dúvida não há, que quem a seguir será para apedrejar o boneco de Bolsonaro em algum carro alegórico.

________________

Explosão em obra na barragem da Pampulha deixa três feridos .
Explosão em obra na barragem da Pampulha deixa três feridosSegundo o Corpo de Bombeiros, a explosão ocorreu em uma galeria e três funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) que trabalhavam no local foram atingidos. Viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foram mobilizadas.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 6
Isto é interessante!