Política: Eduardo diz que é preciso tirar Waldir da liderança para PSL voltar à ‘normalidade’ - - PressFrom - Brasil

Política Eduardo diz que é preciso tirar Waldir da liderança para PSL voltar à ‘normalidade’

07:00  20 outubro  2019
07:00  20 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na Câmara

  Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na Câmara Eduardo Bolsonaro é anunciado líder do PSL na CâmaraAgora, o documento precisa ser assinado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ocorre que outro grupo de deputados do PSL assinou uma lista paralela, devolvendo a liderança do partido ao Delegado Waldir. Esse 2º documento é patrocinado por aliados do presidente nacional da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), que tem travado confronto com Bolsonaro.

Delegado Waldir continua como líder do PSL . A Câmara validou nesta quinta-feira (17), após a conferência de assinaturas, a lista de deputados que apoiam a manutenção de Delegado Waldir ( PSL -GO) no posto de líder da bancada do partido.

" Precisamos serenar a situação", disse Ramos ao Estado, em rápida conversa, lamentando não ter tido sucesso na missão Além disso, Joice apoiou a manutenção de Waldir na liderança do PSL na Câmara. O presidente também manifestou incômodo com as ameaças de destituição de seus filhos

Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara © Dida Sampaio/Estadão Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticou os deputados de seu partido que apoiam a manutenção do Delegado Waldir (PSL-GO) como líder da legenda na Câmara. "O meu nome era o que mais angariava apoio (como líder na Câmara) e, neste momento, precisamos de apoio, assinatura, para tirar o Delegado Waldir, para tentar voltar à normalidade", defendeu-se, em transmissão ao vivo em sua conta do Facebook na noite deste sábado.

Neste sábado, o deputado Júnior Bozzella (SP), um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar (PE), afirmou o partido deverá suspender as funções partidárias de Eduardo e, com isso, ele perderia o comando do diretório estadual do partido em São Paulo. O motivo seria ataques feitos pelo filho do presidente a correligionários.

Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL

  Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL Bolsonaro confirma conversa com deputados após vazamento de áudio sobre liderança do PSL"Eu falei com alguns parlamentares, me gravaram? Deram uma de jornalista? Eu converso com deputados. Eu não trato publicamente desse assunto (PSL), converso individualmente. Se alguém grampeou o telefone, primeiro é uma desonestidade, tá ok?", disse o presidente na saída do Palácio da Alvorada ao ser questionado sobre áudios que seriam supostamente de suas conversas com parlamentares, vazados na noite de quarta-feira.

Luciano Bivar diz que relação com Jair Bolsonaro ‘não tem volta ’. Lista quer Eduardo Bolsonaro na liderança do PSL na Câmara. Delegado Waldir tentou colocar panos quentes após vazamento de áudio. Disse que falou em 'momento de emoção', comparou-se a 'mulher traída' e pregou pacificação.

" Precisamos serenar a situação", disse Ramos ao Estado, em rápida conversa, lamentando não ter tido sucesso na missão Além disso, Joice apoiou a manutenção de Waldir na liderança do PSL na Câmara. O presidente também manifestou incômodo com as ameaças de destituição de seus filhos

Na live, Eduardo Bolsonaro ponderou que uma parte desses deputados que hoje apoiam o Delegado Waldir "está confusa ou sofrendo pressão". "Existe uma possibilidade de que eles venham a assinar não a lista do Eduardo, mas principalmente contra a liderança do Delegado Waldir".

Ainda na transmissão, o filho do presidente avaliou que a tentativa de obstrução da votação da Medida Provisória 886/2019 pelo Delegado Waldir, na última terça-feira, demonstrou a "imaturidade" do parlamentar, uma vez que o que estava em jogo era uma "pauta do governo, do Brasil". Ele ainda classificou como "repugnante" o áudio vazado em que o parlamentar afirma que "implodirá" o presidente.

De acordo com Eduardo Bolsonaro, ao correr atrás de assinaturas para tentar manter o deputado Delegado Waldir na liderança da legenda na Câmara, Joice Hasselmann (PSL-SP) demonstrou não ser uma pessoa de confiança e que, por isso, foi destituída do cargo de líder do governo no Congresso. "Porque ela quebrou a confiança do presidente, agindo de forma contrária. Isso não é governo, é oposição", disse.

Deputado ex-PM se 'infiltrou' em reunião do PSL para gravar Waldir

  Deputado ex-PM se 'infiltrou' em reunião do PSL para gravar Waldir Deputado ex-PM se 'infiltrou' em reunião do PSL para gravar Waldir"Era uma estratégia pensada. Eu, Carlos Jordy (PSL-RJ), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Carla Zambelli (PSL-SP), Bia Kicis (PSL-DF). Todo o grupo do Jair para gente poder blindar o presidente", afirmou Silveira.

Waldir integra a ala do PSL que apoia o presidente do partido, Luciano Bivar, mas o grupo aliado ao presidente Jair Bolsonaro queria colocar o deputado Eduardo Bolsonaro ( PSL -SP), filho do presidente, na função. Isso porque ela apoiou a lista que mantinha Delegado Waldir na liderança do partido.

Parlamentares do PSL alinhados com o presidente Jair Bolsonaro estão coletando assinaturas para destituir o deputado Delegado Waldir ( PSL -GO) da liderança do PSL na Casa. A ideia, segundo fontes, é que outro parlamentar assuma um mandato tampão até dezembro.

O deputado salientou que a "esmagadora" maioria dos deputados eleitos pelo PSL não era conhecida, não era da política e, conforme ele, se alguém tivesse que apostar, ninguém asseguraria que essas pessoas seriam eleitas. "Ora, será que não foi a onda Bolsonaro que passou e impulsionou todos eles? Essas pessoas estão ganhando bruto R$ 33 mil, em torno de R$ 35 mil por mês de verba de gabinete, mais em torno de R$ 100 mil para contratação de assessoria. O que mais essas pessoas querem? Essas pessoas que agora falam que foram tratadas iguais cachorros, essas pessoas que não nos atendem em nada. O que mais elas querem? Por que estão se irritando com o presidente Bolsonaro e apoiando o Delegado Waldir", questionou.

O filho do presidente da República questionou a quem esses deputados estão servindo e o porquê de eles terem se virado contra o governo e o próprio Jair Bolsonaro. Segundo ele, muito desses parlamentares passaram a ter a reeleição como "missão número um", em vez de atender aos interesses de seus eleitores.

Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança

  Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderança Planalto estimula nova lista para tirar Waldir da liderançaO Palácio do Planalto busca saídas para a crise no PSL depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu comandar, sem sucesso, uma manobra para destituir o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO), e substituí-lo por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP). O Estado apurou que uma nova lista com assinaturas de parlamentares já está sendo preparada e será apresentada à Câmara, em mais uma tentativa de tirar Waldir da liderança do PSL.

Deputados que apoiam o deputado Eduardo Bolsonaro na liderança têm nova lista com "25, 26 nomes" para destituir o Para fazer a mudança, os deputados vão precisar protocolar a nova lista na Secretaria-Geral da Mesa Áudios mostram articulação de Bolsonaro para tirar Waldir da liderança .

“ Precisamos serenar a situação”, disse Ramos ao Estado, em rápida conversa, lamentando não ter tido Para ele, a deputada não poderia ter permanecido em uma reunião na qual Delegado Waldir o xingava sem Além disso, Joice apoiou a manutenção de Waldir na liderança do PSL na Câmara.

Na avaliação de Eduardo Bolsonaro, o que "essas pessoas" querem e o que tem sido angariado para conquistar votos para o Delegado Waldir é a promessa de fundo partidário, é a garantia de legenda. "Alguns deputados têm a seguinte teoria: o que aconteceu em 2018 não se repetirá em 2022, logo, precisa do fundo partidário, de emendas do Orçamento, do diretório do PSL, que o presidente permita que eles indiquem cargos dentro das estatais, dentro do governo porque se não eles não se reelegerão".

Na mensagem, o deputado pediu um pouco mais de lealdade e ainda deu um recado àqueles que dizem que ele e seus irmãos dificultam o trabalho do governo. "Ficam falando que os filhos ficam atrapalhando, mas na verdade se alguém quiser puxar minha orelha, eu prefiro que o presidente o faça, e não algumas outras pessoas", finalizou.

Troca de farpas

Neste sábado, a troca de acusações entre Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann prosseguiu no Twitter. A parlamentar, chamou o filho do presidente de "picareta" e "zero à esquerda", após ele alfinetar: "Galvão, deixe de seguir a Pepa".

Mais cedo, escreveu Joice: "Picareta! Menininho nem-nem: nem embaixador, nem líder, nem respeitado. Um zero a esquerda. A canalhice de vocês está sendo vista em todo Brasil. Ouvi agora aplausos num tradicional restaurante em SP e a palavra: como eles foram canalhas com você! Saiba que você está entre o 'eles'".

_____________________________


Deputados pró-Bolsonaro conseguem liminar para barrar suspensão do PSL .
Deputados pró-Bolsonaro conseguem liminar para barrar suspensão do PSL"Vitória! Justiça do DF concede liminar contra atos arbitrários do PSL que tentou punir 19 deputados do grupo que apoiou @BolsonaroSP (deputado Eduardo Bolsonaro) e pediu a saída do delegado Waldir da liderança, por terem pedido transparência nas contas do partido", disse a deputada em sua conta no Twitter.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 6
Isto é interessante!