Política: Lula pretende fazer caravana pelo país caso seja solto, diz jornal - - PressFrom - Brasil

Política Lula pretende fazer caravana pelo país caso seja solto, diz jornal

19:05  20 outubro  2019
19:05  20 outubro  2019 Fonte:   poder360.com.br

''Quero me casar quando sair daqui'', diz Lula em entrevista à tv francesa

  ''Quero me casar quando sair daqui'', diz Lula em entrevista à tv francesa ''Quero me casar quando sair daqui'', diz Lula em entrevista à tv francesaApós ser questionado sobre a possibilidade de sair candidato nas eleições de 2022, Lula disse que não poderia confirmar ou negar a decisão, mas que é "homem de 74 anos, que tem a energia de um homem de 30 anos". Em seguida, emendou: "Eu quero me casar quando sair daqui", afirmou. Atualmente, o ex-presidente está em um relacionamento com a socióloga Rosângela Silva.

Lula pretende fazer caravana pelo país caso seja solto , diz jornal

Lula diz que pretende disseminar a ideia de que ele e o PT têm um projeto capaz de "salvar o Brasil". 22/10/2019 - 10h14. Na avaliação interna do PT, os dados atuais dão mais respaldo ao discurso de que na época do petista era diferente. As caravanas de Lula pelo país ainda não são discutidas de

O ex-presidente Lula está preso desde abril de 2018 e se recusa a ir ao semiaberto© Sérgio Lima/Poder360 O ex-presidente Lula está preso desde abril de 2018 e se recusa a ir ao semiaberto

Diante da possibilidade de ser solto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já teria dito para aliados que pretende viajar pelo Brasil para pacificar o ambiente político no país. As informações foram divulgadas neste domingo (20.out.2019) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a publicação, Lula estaria adotando 1 discurso de  unificação nacional e de fim da polarização política, amplificada depois das eleições de 2018.

Nesta semana, o STF (Supremo Tribunal Federal) volta a discutir o posicionamento da Corte sobre quando uma pessoa condenada pode ser presa.

Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São Paulo

  Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São Paulo Gleisi, Haddad e Suplicy participam de ato por Lula livre em São PauloParticiparam do ato lideranças do partido como a presidente e deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), o candidato derrotado à Presidência pelo partido em 2018, Fernando Haddad, e o vereador Eduardo Suplicy. A deputada Luiza Erundina (PSOL-SP) e Guilherme Boulos também estiveram lá. Os manifestantes levaram um grande boneco com os dizeres 'Lula livre' e se concentraram em frente ao Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP).

Lula pretende sair em caravana caso seja solto pelo STF. Preso em Curitiba desde abril se 2018, o ex-presidente Lula (PT) pode ser solto nas próximas semanas, a depender do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre Esquerda global trocou Obama por Lula , diz Bannon à BBC.

Em caravana , Lula pretende disseminar a ideia de que ele e o PT têm um projeto capaz, nas palavras dos petistas, de “salvar” o Brasil. O aumento da desigualdade no Brasil em 2018, apontado pelo IBGE, corrobora o discurso que Lula pretende levar em uma eventual andança pelo país , avaliam

Caso o Supremo decida que a prisão deve ser cumprida depois do trânsito em julgado – quando todos os recursos forem esgotados– a decisão beneficia Lula.

O petista está preso desde abril de 2018. Cumpre pena no caso do Triplex de Guarujá. A depender da decisão do STF, poderá voltar para casa. Nesse caso, o petista ficaria livre até que todos os seus recursos fossem julgados –e isso demoraria anos.

De acordo com a Folha, na hipótese de ser solto, aliados defendem que Lula será fundamental para o PT nas eleições municipais de 2020.

Ainda que consiga a liberdade no caso do Triplex, o líder petista ainda enfrenta condenação, em 1ª instância, no caso do sítio de Atibaia (SP), no qual pode cumprir 12 anos e 11 meses de prisão.

________________________________________________________________________

Defesa de Lula pede que TRF-4 suspenda julgamento que anularia condenação .
Defesa de Lula pede que TRF-4 suspenda julgamento que anularia condenaçãoO desembargador João Pedro Gebran Neto marcou o julgamento do caso para o dia 30 de novembro. O Tribunal vai definir se a condenação imposta ao ex-presidente violou o direito a ampla defesa.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 4
Isto é interessante!