Política: Bolsonaro diz que Brasil deixou de se armar por ideologia desde o governo FHC - - PressFrom - Brasil

Política Bolsonaro diz que Brasil deixou de se armar por ideologia desde o governo FHC

02:15  27 outubro  2019
02:15  27 outubro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Flávio e Eduardo Bolsonaro são destituídos de diretórios do PSL

  Flávio e Eduardo Bolsonaro são destituídos de diretórios do PSL Flávio e Eduardo Bolsonaro são destituídos de diretórios do PSLSegundo o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP), ambos foram desligados nessa semana. O Estadão/Broadcast apurou que desde segunda-feira, Eduardo não tinha mais acesso ao sistema do partido e que haviam lhe tirado uma senha que possibilitava a ele operar o sistema da legenda.

Às vezes, isso pode acontecer se você tiver problemas de conexão com a Internet ou estiver executando software/plug-ins que afetem o tráfego da Internet.

O Brasil deixou de cuidar da área de Defesa por ideologia e precisa se rearmar, disse o presidente Jair Bolsonaro neste sábado (26) nos Emirados Para o mandatário, o governo Fernando Henrique Cardoso negligenciou a área, porque, de acordo com o atual presidente, as Forças Armadas são o

O presidente Jair Bolsonaro, 1 tradutor e o Xeque Suhail Al Mazrouei, ministro de Energia e Indústria dos EAU (Emirados Árabes Unidos)© Clauber Cleber Caetano/Planalto O presidente Jair Bolsonaro, 1 tradutor e o Xeque Suhail Al Mazrouei, ministro de Energia e Indústria dos EAU (Emirados Árabes Unidos)

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (26.out.2019) que o Brasil deixou de investir na área da Defesa por “ideologia” desde o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e, agora, precisa se rearmar para ter capacidade de se defender.

“O Brasil foi esquecido nessa área desde o governo Fernando Henrique Cardoso. Por quê? Voltando agora à ideologia, nós somos o grande obstáculo para o socialismo, nós das Forças Armadas. Por isso interessava quebrar nossa espinha dorsal”, disse o presidente durante cerimônia de oferenda floral no Monumento aos Mártires da Pátria (Wahat Al Karama), nos EAU (Emirados Árabes Unidos).

Crise no PSL deixa indicação de Eduardo Bolsonaro em suspenso

  Crise no PSL deixa indicação de Eduardo Bolsonaro em suspenso Crise no PSL deixa indicação de Eduardo Bolsonaro em suspensoSegundo avaliações de pessoas próximas ao presidente, a crise do PSL se tornou uma espécie de “saída honrosa”, pelo menos por ora, para Eduardo abandonar o projeto de ser embaixador.

Image caption FHC diz que há militares, mas não uma força armada no governo , e a volta de um regime ditatorial. BBC News Brasil - O senhor fica mais preocupado quando isso vem institucionalizado, quando vem do Planalto? FHC - Sim, claro que preocupa.

FHC diz que há militares, mas não uma força armada no governo , e a volta de um regime ditatorial (Foto: REUTERS/UESLEI MARCELINO, via BBC). BBC News Brasil - O senhor fica mais preocupado quando isso vem institucionalizado, quando vem do Planalto? FHC - Sim, claro que preocupa.

“Ninguém quer 1 Brasil extremamente belicoso, mas precisamos ter 1 mínimo de poder de dissuasão”, completou. As informações foram divulgadas pela Folha de S.Paulo.

Bolsonaro fechou com o país 2 acordos de cooperação na área de Defesa: sobre a constituição e operação do Fundo Brasil-Emirados Árabes de Cooperação Estratégica para Expansão da Capacidade Produtiva do Setor de Defesa; e 1 Memorando de Entendimento sobre Parceria Estratégica relacionada ao Desenvolvimento, Produção e Comercialização de Produtos de Defesa.

O presidente não detalhou os acordos, pois, segundo ele, são de responsabilidade do ministro Fernando Azevedo (Defesa).

A intenção ainda do governo nos EAU é de assinar 1 acordo de assistência mútua em matéria aduaneira, que, embora não tenha efeito imediato nos negócios, pode reduzir burocracias fiscais. Seria mais 1 sinal de que o país quer facilitar os contratos, bem-vindos num momento em que o Brasil caiu 15 posições no ranking mundial de ambiente de negócios.

Na China, Bolsonaro fica sem fazer live no Facebook pela 1ª vez

  Na China, Bolsonaro fica sem fazer live no Facebook pela 1ª vez Na China, Bolsonaro fica sem fazer live no Facebook pela 1ª vezEsta seria 34ª live de Bolsonaro no Facebook. Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, a live não foi realizada “por questões logísticas da agenda internacional”.

"Sucesso de Bolsonaro é uma história específica brasileira", diz cientista político. Fujimori governou o Peru de maneira autoritária entre 1990 e 2000. No período dissolveu o O fator determinante para Bolsonaro não é o nativismo, apesar de isso ser também central na sua ideologia .

Bolsonaro sobre o governo FHC . Raul Vargas. Загрузка Bolsonaro fala sobre governo Fernando Henrique Cardoso, corrupção, liberalismo, estado-mínimo, privatizações, etc. Veja quando Enéas disse ‘ na cara’ de Lula que ele não tinha a menor capacidade para ser presidente

No país árabe, está previsto que Bolsonaro participe de encontros com empresários, autoridades e atletas brasileiros e emiráticos de jiu-jitsu. No domingo (27.out), o presidente participará de 1 seminário empresarial.

Viagem ao país árabe

Bolsonaro chegou nos Emirados Árabes Unidos neste sábado (26.out). Foi recebido pelo Xeque Suhail Al Mazrouei, ministro de Energia e Indústria dos EAU.

Os Emirados são a 3ª escala de viagem presidencial que começou pelo Japão, continuou pela China e deve ainda passar pelo Qatar e pela Arábia Saudita. Nos países árabes, o governo pretende atrair investimentos para as rodadas de privatização e obras de infraestrutura que, segundo o Itamaraty, no total, podem chegar a R$ 1,3 trilhão.

Sem a presença dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), as negociações da área econômica estão sendo coordenadas pelo chefe da assessoria especial de assuntos institucionais, Caio Megale.

Brasil firma acordo com Emirados Árabes para desburocratização alfandegária

  Brasil firma acordo com Emirados Árabes para desburocratização alfandegária Foram 8 compromissos firmados. Dois deles são na área de DefesaAo todo foram feitos 8 acordos bilaterais. Outro compromisso estabelecido foi a troca e proteção mútua de informações classificadas, que prevê ainda a tomada de providências relacionadas ao vazamento de dados sigilosos.

Bolsonaro diz que Brasil deixou de se armar por ideologia desde o governo FHC . Hoje, devido a enorme dívida brasileira e a necessidade imediata de se aumentar os investimentos, julgo que seria uma taxa de equilíbrio em torno de 4 a 6% AO ANO, sem a menor chance de NEGOCIATAS com

Bolsonaro declarou que seu governo “respeitará de verdade a federação”, garantindo que os recursos federais cheguem aos estados e municípios. Sobre as relações com outros países, disse que libertará o “ Brasil e o Itamaraty” – o presidente eleito é crítico do apoio dos governos petistas a

Assista ao momento da chegada de Bolsonaro (27seg):

As relações diplomáticas entre o Brasil e os Emirados Árabes Unidos foram estabelecidas formalmente em 1974 e a embaixada do Brasil em Abu Dhabi foi instalada em 1978. Em 1991, o país instalou sua embaixada em Brasília, a 1ª na América Latina. O avanço na agenda política bilateral ao longo da última década e meia foi acompanhado pelo aprofundamento das relações econômicas. A partir de 2008, os Emirados Árabes se tornaram o 2º parceiro comercial médio-oriental do Brasil, atrás da Arábia Saudita.

Atualmente, segundo o Planalto, os fundos soberanos de investimento emiráticos controlam, juntos, ativos que superam US$ 1 trilhão. Estima-se que investimentos dos Emirados Árabes no Brasil superam US$ 5 bilhões, em setores como financeiro, imobiliário e portuário.

___________________________

General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair Bolsonaro .
General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair BolsonaroAo menos outros cinco militares, entre generais e coronéis do Exército, que trabalham na equipe de Santa Rosa devem deixar a SAE.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 7
Isto é interessante!