Política O homem sinalizado na foto fazendo campanha para Dilma é conselheiro afastado do TCE-RJ

02:28  02 novembro  2019
02:28  02 novembro  2019 Fonte:   msn.com

É enganosa publicação que atribui à Shell responsabilidade por óleo nas praias

  É enganosa publicação que atribui à Shell responsabilidade por óleo nas praias É enganosa publicação que atribui à Shell responsabilidade por óleo nas praiasO texto verificado pelo Comprova foi publicado em 1 site e compartilhado no Facebook e no Twitter em 14 de outubro. O site embasa a acusação com 1 laudo da UFS (Universidade Federal de Sergipe) sobre o conteúdo de 2 barris encontrados em 26 de setembro no município de Barra dos Coqueiros, no litoral sergipano. Segundo a publicação, o laudo indicaria que o “óleo vazado no Nordeste é da Shell, amiga do ministro Sergio Moro (Justiça e da Segurança Pública) e do presidente Jair Bolsonaro (PSL)”.

A foto de um homem fazendo campanha para a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais como se O homem visto na foto não é , contudo, o porteiro de Bolsonaro, mas o conselheiro afastado do TCE - RJ Domingos Brazão, citado no caso de Marielle.

Dogde denunciou o conselheiro afastado do TCE Domingos Inácio Brazão e outras 4 pessoas por suspeita de envolvimento nos homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. “ Fazia parte da estratégia que alguém prestasse falso testemunho sobre a autoria do crime e

  O homem sinalizado na foto fazendo campanha para Dilma é conselheiro afastado do TCE-RJ © Fornecido por Agence France-Presse

A foto de um homem fazendo campanha para a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais como se mostrasse o porteiro do condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem uma casa no Rio de Janeiro. A imagem começou a circular depois que o funcionário mencionou o nome de Bolsonaro na investigação da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL). O homem visto na foto não é, contudo, o porteiro de Bolsonaro, mas o conselheiro afastado do TCE-RJ Domingos Brazão, citado no caso de Marielle.

  O homem sinalizado na foto fazendo campanha para Dilma é conselheiro afastado do TCE-RJ © Fornecido por Agence France-Presse

“Olhem aí o porteiro que ficou famoso tentando incriminar Bolsonaro...acreditam agora..”, diz a legenda de uma das publicações, compartilhada mais de 5 mil vezes no Facebook desde 31 de outubro.

Grupo pró-vida constrange vítimas de estupro em frente a hospital

  Grupo pró-vida constrange vítimas de estupro em frente a hospital Grupo pró-vida constrange vítimas de estupro em frente a hospitalJ. os viu todas as vezes em que esteve ali para atendimento porque, desde 25 de setembro, o grupo católico “40 dias pela vida SP” monta diariamente sua tenda em frente à entrada do hospital, com o objetivo de persuadir mulheres que foram estupradas, que estão em gestações de fetos anencéfalos ou em gravidez com risco de vida a não abortar —únicos casos em que o aborto é permitido no Brasil—. Com origem nos Estados Unidos e filiais em diversos países, a campanha também tem como alvo profissionais que atendem essas mulheres, como médicos, enfermeiros e psicólogos.

Era domingo, 13 de julho de 2014, e Ricardo Salgado foi afastado do BES antes do prazo previsto. O mesmo banqueiro prepara-se agora para enfrentar a acusação do Ministério Público pelo que foi fazendo à frente daquele banco, que liderou por 22 anos.

CRUZEIRO: Régis garante expectativa alta para o retorno do futebol: "Estamos trabalhando para fazer o que a gente mais gosta". Quando goleiro do Flamengo fez gol da própria área, entrou no Guinness Book e árbitro 'espiou' comentarista para saber se valia.

“Olhem aí o porteiro com a Camiseta da Dilma 13, mais um tiro no pé dessa esquerda podre, mais uma tentativa frustrante para querer derrubar o Presidente Bolsonaro”, escreveu outro usuário, em postagem com mais de mil compartilhamentos.

A alegação, que também foi amplamente compartilhada no Twitter (1, 2, 3), viralizou depois que a TV Globo revelou que o porteiro do condomínio onde Bolsonaro tem uma casa no Rio de Janeiro disse à polícia que, no dia do assassinato de Marielle, um dos suspeitos do crime entrou no local afirmando que iria para a casa de Bolsonaro.

Segundo a reportagem do último dia 29 de outubro, Élcio de Queiroz - acusado de dirigir o carro de onde foram feitos os disparos que mataram Marielle - disse na portaria que iria para a casa do hoje presidente, mas seguiu para a residência de Ronnie Lessa, - suspeito pela execução - que possui uma casa no mesmo condomínio de Bolsonaro. Desde então, o Ministério Público desmentiu a validade deste testemunho.

Em 5 pontos, os fatos e as lacunas do caso Marielle

  Em 5 pontos, os fatos e as lacunas do caso Marielle Em 5 pontos, os fatos e as lacunas do caso MarielleAs informações mais recentes da investigação revelam tentativas de impedir que ela avance. Em setembro, a ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge denunciou o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE/RJ) Domingos Brazão e outras quatro pessoas por tentarem interferir no processo investigativo. As autoridades suspeitam que ele seja o "autor intelectual" dos assassinatos.

Ja não consigo dormir direito com minha familia pois esse barulho é irritante, fora o gemido dos dois,ai q horror,, e isso é qualquer hora do dia.Pra vc ter

As câmeras de monitoramento do Centro Empresarial Maruanã, em Cuiabá, filmaram a tentativa do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Valdir

Em reação à matéria, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo no Facebook criticando severamente a TV Globo, que classificou como "canalha".

No entanto, o homem visto na imagem com um adesivo de campanha da ex-presidente Dilma Rousseff (2011-2016) não é o porteiro do condomínio, cujo nome não foi divulgado pela imprensa, nem pela polícia.

  O homem sinalizado na foto fazendo campanha para Dilma é conselheiro afastado do TCE-RJ © Fornecido por Agence France-Presse

Uma busca reversa pela foto viralizada mostra que ela foi publicada em 30 de outubro de 2010, ano da primeira eleição de Dilma, na conta do Flickr do ex-deputado estadual e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) Domingos Brazão.

“Deputado Estadual Domingos Brazão fazendo caminhada para Presidente Dilma em Jacarepaguá junto com o Deputado Federal Eduardo Cunha”, diz a legenda da imagem.

No canto esquerdo da foto, é possível identificar o político Eduardo Cunha, ao lado de Domingos Brazão. A equipe de checagem da AFP não conseguiu identificar as outras duas pessoas retratadas na imagem.

“Estamos assistindo a uma guerra de facções”, diz Jean Wyllys sobre repercussão do envolvimento de Bolsonaro no caso Marielle

  “Estamos assistindo a uma guerra de facções”, diz Jean Wyllys sobre repercussão do envolvimento de Bolsonaro no caso Marielle Nicola revela acordo milionário entre Corinthians e Roma por Mateus Vital

Fundo eleitoral: Coppolla questiona “ campanha milionária” de Guilherme Boulos - Продолжительность: 4:49 Morning Show 930 024 просмотра.

Композиция. Quem É Este Homem Afinal? Исполнитель. Nadson Portugal. 50+ видео Воспроизвести все Микс – NADSON PORTUGAL- QUEM É ESTE HOMEM AFINAL?YouTube.

Um dia antes, em 29 de outubro de 2010, Brazão havia mencionado o evento em publicação em seu Twitter. “Convido a todos a participarem da caminhada e carreata amanhã a favor da nossa candidata Dilma nº 13, concentração na Taquara as 10 hrs.. [sic], escreveu, em referência a um bairro da região de Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro.

Outras duas fotos (1, 2) publicadas no Flickr de Brazão, afastado do TCE abril de 2017 acusado de receber propina, também estão sendo incorretamente associadas ao porteiro do condomínio de Bolsonaro.

Apesar do homem identificado na imagem não ser o porteiro do condomínio de Bolsonaro, Brazão também foi citado no caso da morte de Marielle Franco.

Segundo documento revelado pelo portal de notícias Uol, a então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou uma denúncia ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) afirmando que Brazão “arquitetou o homicídio da vereadora Marielle Franco e visando manter-se impune, esquematizou a difusão de notícia falsa sobre os responsáveis pelo homicídio”.

O Ministério Público do Rio de Janeiro afirmou em outubro deste ano, no entanto, que não há prova de envolvimento de Brazão no crime.

Defensora dos direitos dos jovens negros, das mulheres e da comunidade LGBT, Marielle Franco foi morta a tiros na noite do dia 14 de março de 2018. Investigações ainda apuram quem seria o mandante do crime.

Em resumo, o homem identificado na imagem viralizada é o ex-deputado estadual Domingos Brazão, mencionado como suposto “arquiteto” da morte de Marielle, e não o porteiro do condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro tem uma casa no Rio de Janeiro.

____________________

Malafaia se desculpa por divulgar fake news nas eleições de 2018 .
Malafaia se desculpa por divulgar fake news nas eleições de 2018“[Adélio] nunca assessorou Dilma em campanha, então estou aqui corrigindo, porque eu fiz uma declaração na época”, diz Malafaia no vídeo. “Agora, estou reconsiderando neste vídeo, tá certo? A verdade é a verdade.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 3
Isto é interessante!