Política: Bebianno nega ter divulgado fotos de ‘orgia gay’ de deputado príncipe - - PressFrom - Brasil

Política Bebianno nega ter divulgado fotos de ‘orgia gay’ de deputado príncipe

08:16  14 novembro  2019
08:16  14 novembro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Bebianno diz à PF que Bolsonaro chancelou repasses a Bivar para entrar no PSL

  Bebianno diz à PF que Bolsonaro chancelou repasses a Bivar para entrar no PSL Bebianno diz à PF que Bolsonaro chancelou repasses a Bivar para entrar no PSLAo ser questionado por que o diretório de Pernambuco foi beneficiado com as maiores cifras, Bebianno disse que, no começo de 2018, Bolsonaro e o deputado Luciano Bivar fecharam 1 acordo para que o então pré-candidato a presidente entrasse no PSL. As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de S.Paulo na manhã desta 2ª feira (4.nov.2019).

Segundo o deputado , Gustavo Bebbiano mostrou fotos falsas dele ao presidente Jair Bolsonaro, que desistiu de O presidente Jair Bolsonaro desistiu de convidar o " príncipe ” Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) para ser vice-presidente em sua chapa, depois de ter sido informado pelo

O deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança, conhecido como " príncipe " por ser um dos herdeiros da Casa Imperial, afirmou em entrevista a " Bebianno armou e não queria que eu fosse o vice. Ele disse ao presidente que haveria um dossiê que tinha fotos minhas, segundo um amigo me

Bolsonaro teria acusado Bebianno de produzir dossiê contra deputado príncipe© Sérgio Lima/Poder360|Reprodução|Facebook Luiz Philippe de Orleans e Bragança Bolsonaro teria acusado Bebianno de produzir dossiê contra deputado príncipe

O advogado Gustavo Bebianno, ex-ministro e ex-coordenador da campanha do presidente Jair Bolsonaro, gravou vídeo para rebater acusações de que teria produzido suposto dossiê que associa o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) a orgias homossexuais e a grupos que praticam violência contra moradores de rua.

A história ganhou força nesta 3ª feira (12.nov.2019), quando a revista Crusoé noticiou que Luiz Philippe –também conhecido como ‘príncipe’– só não veio a ser vice na chapa de Bolsonaro em 2018 por conta do referido dossiê supostamente fabricado por Bebianno.

General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair Bolsonaro

  General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair Bolsonaro General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair BolsonaroAo menos outros cinco militares, entre generais e coronéis do Exército, que trabalham na equipe de Santa Rosa devem deixar a SAE.

O deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança, conhecido como " príncipe " por ser um dos herdeiros da Casa Imperial, afirmou em entrevista a " Bebianno armou e não queria que eu fosse o vice. Ele disse ao presidente que haveria um dossiê que tinha fotos minhas, segundo um amigo me

Supostas fotos de Luiz Philippe de Orleans e Bragança em orgia gay e agredindo moradores de rua fizeram presidente optar por Mourão. Antes braço direito de Bolsonaro e responsável pela ida do então deputado federal para o PSL, Gustavo Bebianno foi o primeiro ministro a perder o emprego

Bolsonaro teria dito a Luiz Philippe, ainda nessa 3ª feira (13.nov), que estava arrependido por não tê-lo escolhido como seu vice, mas sim o general Hamilton Mourão (PRTB). A declaração teria ocorrido durante a reunião no Palácio do Planalto na qual o presidente anunciou seu desembarque do PSL, segundo reportou a Folha de S.Paulo. Pelo Twitter, Luiz Philippe negou ter havido qualquer menção a Mourão durante a reunião. O filho mais velho do presidente, senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), disse ter presenciado a conversa entre Bolsonaro e o príncipe e classificou a notícia como “fake news“.

Bebianno acusou Bolsonaro de reproduzir “mentira deslavada” ao fazer o que classificou como uma “acusação leviana e grave” contra ele. O ex-ministro ainda desafiou o presidente a provar que ele produziu o dossiê contra o deputado.

Bebianno diz que demissão de general Santa Rosa foi 'desrespeito' ao Exército

  Bebianno diz que demissão de general Santa Rosa foi 'desrespeito' ao Exército Bebianno diz que demissão de general Santa Rosa foi 'desrespeito' ao Exército“Recebi a notícia (da demissão) com indignação. Considero uma falta de respeito com as Forças Armadas. O general Santa Rosa não é um general qualquer. Ele é considerado uma unanimidade e o presidente sequer falou com ele. Considero uma falta de respeito com o Exército”, afirmou Bebianno, em entrevista ao Estado.

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de convidar o príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança para ser vice-presidente em sua chapa depois de ter sido informado por seu então braço direito, o O dossiê era de fotos que eu fazia uma suruba gay e que eu batia em mendigo”, contou o deputado .

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de convidar o príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança para ser vice-presidente em sua chapa depois de ter sido informado por seu então braço direito, o advogado Gustavo Bebianno , que haveria O deputado garantiu que as fotos e informações eram falsas.

Mais uma vez o senhor presidente falta com a verdade ao inventar e distorcer uma história que ele sabe que não é verdadeira. Uma coisa é a pessoa se enganar, ser induzida a erro, se confundir… E outra completamente diferente é a pessoa afirmar fatos que ela sabe que não são verdadeiros. Isso me parece muito grave”, repreendeu Bebianno.

Não satisfeito em ser desleal e se esquecer do passado, parece que o senhor presidente tem 1 prazer sórdido de acusar as pessoas e denegrir a sua imagem”, continuou.

Bebianno contou sua própria versão sobre o dossiê contra o deputado. Lembrou que, na pré-campanha de 2018, foram cogitados 4 nomes para o posto de vice de Bolsonaro: o então senador Magno Malta, o general e hoje ministro Augusto Heleno, a advogada e hoje deputada estadual Janaina Paschoal, e Luiz Philippe de Orleans e Bragança.

No penúltimo dia para indicação da chapa, ficou combinado que o anúncio ao público seria feito no domingo, com o Luiz Philippe como candidato a vice. A parte documental seria registrada no sábado”, relembra Bebianno.

Frota diz que Bolsonaro desistiu de ‘príncipe’ para vice por ser gay

  Frota diz que Bolsonaro desistiu de ‘príncipe’ para vice por ser gay O presidente Jair Bolsonaro optou por trocar o deputado federal "príncipe" Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL) pelo general Hamilton Mourão (PRTB) para ser seu vice na campanha presidencial por ter visto fotos que, na visão dele, comprometiam o príncipe .© Reprodução/Youtube e Facebook Frota revela que Bolsonaro o mandou ‘calar a matraca’ sobre Queiroz Isso foi o que contou o deputado federal Alexandre Frota (PSDB) à Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo logo após o presidente demonstrar arrependimento por ter escolhido o general Hamilton Mourão (PRTB) para ser seu vice ao invés do príncipe.

O dossiê era de fotos que eu fazia uma suruba gay e que eu batia em mendigo", contou o deputado . O deputado federal Alexandre Frota também confirmou à colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo que Bolsonaro lhe perguntou sobre o príncipe .

Através de uma reportagem, a publicação conta que o caso aconteceu logo após o braço direito de Bosonaro, o advogado Gustavo Bebianno dizer que o príncipe teria participado de uma suruba O dossiê era de fotos que eu fazia uma suruba gay e que eu batia em mendigo”, contou o deputado .

Quando tava tudo ok, toca o telefone na madrugada de sábado para domingo, na minha casa, às quatro e meia da manhã. Era o Jair Bolsonaro me avisando que tinha recebido 1 dossiê entregue a ele por 1 delegado federal que eu não sei quem é, em conjunto com 1 coronel do Exército que eu também não sei quem é. E ele disse que nesse dossiê tinham fotos do Luiz Philippe participando de festas gay, bailes de máscara gay e etc. Além de 1 envolvimento com gangues de briga de rua”, disse o ex-ministro.

Bebianno disse que, por conta das fotos, o próprio Bolsonaro decidiu barrar a chapa com o príncipe e convocar o general Mourão para assumir a função. No vídeo divulgado na noite desta 4ª feira (13.nov.2019), o ex-ministro relatou a reação de Bolsonaro ao ser instado a refletir melhor sobre aquela decisão: “Ele me deu 3 socos no peito, com toda a força, e disse assim: ‘Confia, porra! Confia‘”.

Hoje filiado ao PSDB a convite de João Doria, o ex-ministro da Secretaria-Geral afirmou que, meses após a escolha do vice, o filho 02 do presidente, vereador Carlos Bolsonaro (PSC), teria confirmado sua versão sobre o episódio do dossiê em conversa com o próprio Luiz Philippe.

Naquele momento, por uma questão de harmonia do grupo, eu deixei pra lá. Mas agora eu não vou deixar passar. Tendo em vista que o próprio presidente da República, que sabe que os fatos não são esses… como é que ele tem a coragem de dizer em público? Eu acho que o senhor tem que se lembrar de tudo o que eu fiz pelo senhor. Até gostaria de passar por 1 detector de mentiras. Eu de 1 lado e o senhor do outro. Vamos ver quem é o mentiroso? Fica aqui o desafio“, concluiu Bebianno.

___________________________________

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual .
Controvérsia em torno da relação entre filho da rainha Elizabeth 2ª e milionário acusado de tráfico sexual de menores leva príncipe a abandonar vida pública. Ele poderá ser intimado a depor sobre abuso de adolescente. © Reuters/T. Melville Príncipe Andrew se afastou da vida após escândalo envolvendo Jeffrey Epstein O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de criar uma rede de exploração sexual de menores nos Estados Unidos.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 27
Isto é interessante!