Política: Blogueira ligada ao PSL ataca deputada do PT em frente a cartaz sobre racismo - - PressFrom - Brasil

Política Blogueira ligada ao PSL ataca deputada do PT em frente a cartaz sobre racismo

03:45  21 novembro  2019
03:45  21 novembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro

  Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

O deputado federal Coronel Tadeu ( PSL -SP) arrancou da parede da exposição uma imagem em que aparecia um No cartaz , lia-se a frase "O genocídio da população negra". Após o episódio, o debate sobre racismo Jandira e outros parlamentares, como a deputada Benedita da Silva ( PT -RJ)

O deputado federal Coronel Tadeu ( PSL -SP) arrancou da parede da exposição uma imagem em que aparecia No cartaz , lia-se a frase "O genocídio da população negra". O ato do deputado provocou reação imediata de Jandira e outros parlamentares, como a deputada Benedita da Silva ( PT -RJ)

A deputada, Maria do Rosario (PT-RS) foi provocada pela blogueira Tamires de Souza da Costa. Na foto, Rosario tenta pegar o celular da blogueira © DIDA SAMPAIO/ESTADÃO A deputada, Maria do Rosario (PT-RS) foi provocada pela blogueira Tamires de Souza da Costa. Na foto, Rosario tenta pegar o celular da blogueira

BRASÍLIA - A deputada Maria do Rosário (PT-RS) foi atacada verbalmente enquanto gravava um vídeo em frente a placa destruída na exposição sobre racismo. A petista exaltava a decisão da Câmara de recolocar o material arrancado, na terça-feira, por um deputado do PSL. A agressora, inicialmente, ironizou a parlamentar e, em seguida, a chamou de "vagabunda".

"Não há lugar seguro para se trabalhar na Câmara. A verdade é que estamos sendo constantemente violentados politicamente. Esse grupo que entrou aqui aqui transformaram este lugar em um ambiente que não é possível fazer esse trabalho. Hoje eu tive os cinco vezes de ataques públicos dentro da casa. É uma violência política", afirmou a deputada.

Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro

  Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro Maria do Rosário doa R$ 19 mil recebidos como indenização de Bolsonaro'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

Placa quebrada por Coronel Tadeu associava polícia a genocídio de negros; ato provoca reação de parlamentares da Casa.

O deputado federal Coronel Tadeu ( PSL -SP) publicou um vídeo falando sobre o assunto no Twitter. Jandira e outros parlamentares, como a deputada Benedita da Silva ( PT -RJ), prometeram levar o caso ao O deputado é presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública e da Comissão de

A agressora foi identificada pela polícia como sendo Tamires de Souza de Costa que mantém canais nas redes sociais onde defende o governo Bolsonaro, ataca a "doutrinação" nas escolas e, principalmente, políticos ligados a partidos de esquerda.

De acordo com o boletim de ocorrência, a deputada estava gravando um vídeo quando foi ofendida por Tamires. A deputada reagiu a agressão chamando um segurança para identificar e retirar a ativista.

O deputado do PSL, Daniel Silveira (RJ), chegou ao local e tentou retirar a agressora, mas Rosário não permitiu e chamou a Polícia Legislativa. Silveira ficou conhecido nas eleições do ano passado ao rasgar uma placa em homenagem a vereadora Marielle Franco, morta assassinada no ano passado.

Deputado do PSL arranca cartaz sobre exposição contra o racismo na Câmara

  Deputado do PSL arranca cartaz sobre exposição contra o racismo na Câmara Deputado do PSL arranca cartaz sobre exposição contra o racismo na Câmara BRASÍLIA – Uma exposição que trata do racismono Brasil virou motivo de bate-boca na tarde desta terça-feira, 19, na Câmara dos Deputados. O deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) arrancou da parede da exposição uma imagem em que aparecia um policial, de arma na mão, e um rapaz negro estendido no chão, com a camisa do Brasil e algemado. No cartaz, lia-se a frase “O genocídio da população negra”. O ato do deputado provocou reação imediata de deputados presentes na Casa.

Deputado do PSL arranca cartaz sobre exposição contra o racismo na Câmara. No cartaz , lia-se a frase "O genocídio da população negra". O ato do deputado provocou reação O senhor fala em contraponto, mas já havia um ofício da Frente de Segurança Pública pedindo a retirada do material.

Uma exposição que trata do racismo no Brasil virou motivo de bate-boca na tarde desta terça-feira, 19, na Câmara dos Deputados . O deputado federal Coronel Tadeu ( PSL -SP) arrancou da parede da exposição uma imagem em que aparecia um policial, de arma na mão

A Polícia Legislativa da Câmara afirmou que Tamires está proibida de entrar no Congresso Nacional e que um inquérito criminal por injúria foi aberto.

Cartaz

No início da noite desta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu recolocar o cartaz que integra a exposição contra racismo realizada na Casa. A charge mostra um homem negro, algemado com a camisa do Brasil. Ao fundo, um policial militar armado.

Ao lado da imagem, foi colocada uma mensagem afirmando que "a bancada negra sabe que essa charge não representa toda a corporação e respeita os policiais que não corroboram para essas estatísticas e trabalham em prol do povo brasileiro". O texto é parte do acordo entre os dois grupos para a volta da charge.

____________________

'Dei carta branca para Alvim. A cultura tem que estar de acordo com a maioria', diz Bolsonaro .
'Dei carta branca para Alvim. A cultura tem que estar de acordo com a maioria', diz BolsonaroBolsonaro voltou a se esquivar sobre declarar se concorda ou não com as bandeiras defendidas pelo novo chefe da fundação. O presidente atribuiu ao secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, a responsabilidade sobre a nomeação.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 47
Isto é interessante!