Política: Aliança com o Bolsonaro e dente de R$ 157 mil podem gerar expulsão de Feliciano do Podemos - - PressFrom - Brasil

Política Aliança com o Bolsonaro e dente de R$ 157 mil podem gerar expulsão de Feliciano do Podemos

15:10  03 dezembro  2019
15:10  03 dezembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Aliança com o Bolsonaro e dente de R$ 157 mil podem gerar expulsão de Feliciano do Podemos

  Aliança com o Bolsonaro e dente de R$ 157 mil podem gerar expulsão de Feliciano do Podemos Uma empresa da Espanha criou um sapato ecológico feito de fibra de banana.

Com um laudo de seu dentista, Feliciano recorreu da decisão. A Mesa Diretora, formada por sete parlamentares, acabou aprovando o gasto. A reportagem busca contato com a assessoria da Câmara dos Deputados e com a assessoria do presidente da Casa, Rodrigo Maia O espaço está

O advogado mineiro Douglas Henrique Valente pediu à Justiça que anule o reembolso de R $ 157 mil pagos pela Câmara dos Deputados ao deputado Pastor Marco Feliciano ( Podemos -SP) por causa de um tratamento odontológico. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo, em agosto.

Marco Feliciano e Jair Bolsonaro, quando ambos eram deputados federais, em 2013. © ED FERREIRA/ESTADÃO Marco Feliciano e Jair Bolsonaro, quando ambos eram deputados federais, em 2013.

Um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Marco Feliciano (SP) corre o risco de ser expulso do Podemos. O partido deve concluir até o fim do mês um processo contra o parlamentar. Um dos casos em análise pelo conselho de ética da legenda é o gasto de R$ 157 mil com um tratamento odontológico reembolsado pela Câmara, revelado pelo Estado em agosto. Na época, o parlamentar argumentou que precisava corrigir um problema de articulação na mandíbula e reconstruir o sorriso com coroas e implantes na boca.

PSL expulsar Eduardo seria ‘1 favor’, diz advogada de Bolsonaro

  PSL expulsar Eduardo seria ‘1 favor’, diz advogada de Bolsonaro Ele é alvo de pedidos de expulsão. Karina Kufa minimiza debate no TSE. Pode impactar no futuro da AliançaEm entrevista à Rádio Eldorado, a advogada afirmou que expulsar Eduardo é “1 favor” que o PSL faria. Karina diz que o ex-partido do presidente aderiu à tática de abrir processos de expulsão contra congressistas aliados para causar “medo e terror”. “Liberem ele para trocar de sigla”, defendeu.

O advogado mineiro Douglas Henrique Valente pediu à Justiça que anule o reembolso de R $ 157 mil pagos pela Câmara dos Deputados ao deputado Pastor Marco Feliciano ( Podemos -SP) por Repito aqui que não me intimidarei e continuarei a combater a esquerda e defender o governo Bolsonaro .

Como Feliciano gastou R $ 157 mil do dinheiro público em tratamento dentário numa clínica do interior do Goiás, como ele mesmo declara, teríamos o seguinte: o deputado poderia ter 100% de seus dentes de Vai ter de ficar com a boca fechada para falar em moral apesar de seus lindos dentes .

Durante a campanha, Feliciano declarou apoio a Bolsonaro, apesar de o partido ter um candidato próprio: o senador Alvaro Dias. A possível saída forçada de Feliciano ocorre dentro da estratégia do Podemos de se afastar do “bolsonarismo” e se firmar como a sigla da Lava Jato. O partido tem atraído parlamentares da centro-direita descontentes com o governo e, só no Senado, passou de cinco para dez parlamentares nos últimos meses – a segunda maior bancada. Como mostrou o Estado, o crescimento tem incomodado aliados do presidente.

Feliciano se filiou ao Podemos em 2018 com a expectativa de que, sendo pastor da Assembleia de Deus, pudesse ser um puxador de votos.

O deputado afirmou que não está acompanhando o processo disciplinar. “Não estou nem a par disso. Para mim, o que acontecer está bom”, disse, negando que vá deixar o Podemos por decisão própria. “Que o eleitor julgue o caso. Um partido expulsa um deputado por apoiar um presidente da República. Aí, não tem mais o que fazer”, afirmou, acrescentando que fechou um acordo com o Podemos desde a campanha eleitoral para ser independente.

__________________________________

Kremlin diz que plano de gastos da Otan confirmam seus temores com a aliança .
Kremlin diz que plano de gastos da Otan confirmam seus temores com a aliança"Vemos que a Otan promove ações que visam a contenção e a expansão em relação ao nosso país. Isso pode apenas gerar nossa preocupação", disse o porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov a jornalistas em uma conferência telefônica.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 3
Isto é interessante!