Política Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo

10:35  07 dezembro  2019
10:35  07 dezembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Sem empresário, Sampaoli se afasta de especulações no Santos e não quer nem ouvir convites

  Sem empresário, Sampaoli se afasta de especulações no Santos e não quer nem ouvir convites Jorge Sampaoli é protagonista de várias especulações nos últimos dias: Racing, Palmeiras, São Paulo… O técnico, porém, só pensa no Santos e vai avaliar convites a partir de 9 de dezembro, depois do fim do Campeonato Brasileiro. Sampaoli não trabalha mais com o advogado Fernando Baredes, seu ex-representante, e conta apenas com um profissional de […]Sampaoli adia decisão sobre futuro (Ivan Storti/SFC)

A bancada dá sustentação política e tem de ter o respeito que merece. Certamente, vamos subir o volume da nossa voz para exigir do governo Com 247 deputados e 40 senadores, a bancada ruralista foi um dos pilares da eleição de Bolsonaro. Ainda no primeiro turno da disputa, Tereza

A bancada dá sustentação política e tem de ter o respeito que merece. Certamente, vamos subir o volume da nossa voz para exigir do governo decisões que Com 247 deputados e 40 senadores, a bancada ruralista foi um dos pilares da eleição de Bolsonaro. Ainda no primeiro turno da disputa

Alceu Moreira, presidente da frente da agricultura; ele diz que bancada será ‘mais exigente no trato com o governo’  © Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Alceu Moreira, presidente da frente da agricultura; ele diz que bancada será ‘mais exigente no trato com o governo’

BRASÍLIA – Aliada de Jair Bolsonaro desde a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar da Agricultura, a chamada bancada ruralista, vai endurecer a relação com o governo. Os motivos são a redução de recursos previstos para a área no Orçamento do ano que vem e a falta de apoio a projetos no Congresso considerados prioritários para o setor.

“Seremos muito mais exigentes no trato com o governo. A bancada dá sustentação política e tem de ter o respeito que merece. Certamente, vamos subir o volume da nossa voz para exigir do governo decisões que defendemos”, disse ao Estadão/Broadcast o presidente da frente parlamentar, o deputado Alceu Moreira (MDB-RS). “Isso já começa com o Orçamento”, afirmou Moreira.

Deputados e senadores terão até R$ 38 milhões por ano em emendas

  Deputados e senadores terão até R$ 38 milhões por ano em emendas Deputados e senadores terão até R$ 38 milhões por ano em emendasNo ano que vem, os deputados e senadores terão ainda mais dinheiro do Orçamento: até R$ 38,4 milhões em emendas impositivas em 2020. É a soma das individuais e da fração de cada 1 nas emendas de bancada, que passarão a ser impostas pela Constituição no próximo ano. Só faturam mais do que isso por ano no país 26.011 empresas, 0,18% de todas as registradas na Receita Federal.

A bancada dá sustentação política e tem de ter o respeito que merece. Certamente, vamos subir o volume da nossa voz para exigir do governo Com 247 deputados e 40 senadores, a bancada ruralista foi um dos pilares da eleição de Bolsonaro. Ainda no primeiro turno da disputa, Tereza

A reportagem do portal Uol destaca que "com 247 deputados e 40 senadores, a bancada ruralista foi um dos pilares da eleição de Bolsonaro. Ainda no primeiro turno da disputa, Tereza Cristina (DEM-MS), deputada e líder da frente parlamentar na época, entregou uma carta de apoio ao então candidato.

Com 247 deputados e 40 senadores, a bancada ruralista foi um dos pilares da eleição de Bolsonaro. Ainda no primeiro turno da disputa, Tereza Cristina (DEM-MS), deputada e líder da frente parlamentar na época, entregou uma carta de apoio ao então candidato. Três meses depois, ela foi nomeada ministra da Agricultura, por indicação do grupo.

Para Moreira, sucessor de Tereza no comanda da bancada, é inaceitável a redução de recursos para o Ministério da Agricultura no ano que vem após todo o respaldo dado pelo setor ao governo. Só na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) o corte é de quase metade do que foi destinado em 2019 – a proposta orçamentária do governo destina R$ 1,982 bilhão à estatal no próximo ano, redução de R$ 1,732 bilhão sobre o valor aprovado para este ano, de R$ 3,634 bilhões.

Igor Rabello afasta chance de queda do Atlético-MG: “Não vai acontecer”

  Igor Rabello afasta chance de queda do Atlético-MG: “Não vai acontecer” Igor Rabello afirmou que o Atlético-MG não vai cair para a Série B Após o empate do Atlético-MG na Fonte Igor Rabello afasta chance de queda do Atlético-MG: “Não vai acontecer” - Torcedores.com.

Na política do Brasil, a bancada ruralista (também referida pejorativamente como bancada do boi) constitui uma frente parlamentar que atua em defesa dos interesses dos proprietários rurais. Embora esse termo refira-se normalmente à frente parlamentar do Congresso Nacional do Brasil — a Frente

Estadão Conteúdo. Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo . Aliada de Jair Bolsonaro desde a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar da Agricultura, a chamada A juíza Marivalda Almeida Moutinho, afastada das funções por ordem do ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal

“Ou eu apoio o governo, estou no seu campo de construção, faço crítica e busco soluções internas, ou saio para rua e faço o discurso da oposição. Vou continuar apoiando, mas vamos ter claramente opiniões críticas em relação a vários temas”, disse Moreira.

Não é a primeira vez que o deputado demonstra insatisfação com o Palácio do Planalto. Em outubro, o Estado flagrou Moreira em uma conversa ríspida com o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), no plenário da Casa. Na ocasião, o emedebista cobrava do articulador político de Bolsonaro o pagamento de emendas parlamentares.

O afastamento do grupo em relação a Bolsonaro também tem como pano de fundo o ritmo lento que projetos de interesse do setor agropecuário tiveram no Congresso neste ano.

Relator do projeto de lei sobre licenciamento ambiental, o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) disse que falta apoio da área política do governo às pautas do agronegócio. “A maior bancada suprapartidária, representante do principal segmento do setor produtivo do País, é tratada pelos articuladores do governo com desprezo e descaso”, afirmou o parlamentar. A medida é considerada importante para o setor por levar mais segurança jurídica a proprietários de terra. 

Marinho cobra salários atrasados e chama presidente do Santos para reunião: “Regulariza tudo”

  Marinho cobra salários atrasados e chama presidente do Santos para reunião: “Regulariza tudo” Após vitória contra a Chapecoense, Marinho reclama de salários atrasados e amplia crise nos bastidores O Santos segue em boa Marinho cobra salários atrasados e chama presidente do Santos para reunião: “Regulariza tudo” - Torcedores.com.

Estadão Conteúdo. Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo . Aliada de Jair Bolsonaro desde a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar da Agricultura, a chamada A juíza Marivalda Almeida Moutinho, afastada das funções por ordem do ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal

Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo . A proposta faz parte de uma reforma maior da OMC exigida pelos EUA, que acha a organização injusta.Desde 2017 o governo de Donald Trump bloqueia a nomeação de juízes para o Órgão de Apelação da OMC, que funciona como um

‘Bala’ e ‘Bíblia’

Desde o início do governo, Bolsonaro escolheu as bancadas temáticas como seu principal canal de comunicação com o Congresso, excluindo legendas e dirigentes partidários das negociações. Além dos ruralistas, a chamada “bancada da bala” é outra que também se diz insatisfeita com a relação com o Executivo. 

“Estamos no coro dos insatisfeitos, embora continuamos a apoiar o governo”, disse o presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública, deputado Capitão Augusto (PL-SP). “O pessoal está se considerando desprestigiado”, afirmou. 

Segundo o deputado, a bancada não foi recebida uma só vez por Bolsonaro ao longo do ano. Ele afirmou ainda que não houve consulta prévia aos parlamentares antes do envio de projetos de interesse do setor ao Congresso, como o que amplia a porte e a posse de armas no País. 

O parlamentar também reclama de falta de articulação do Executivo na defesa do pacote anticrime, desidratado na Câmara, e da tentativa de se manter o antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no guarda-chuva do Ministério da Justiça. Durante a análise da medida provisória que reestruturou o governo, o órgão de controle foi transferido para a Economia, com respaldo do Palácio do Planalto. 

Candidatura de Moro a vice-presidente divide base de Bolsonaro

  Candidatura de Moro a vice-presidente divide base de Bolsonaro Candidatura de Moro a vice-presidente divide base de BolsonaroA possibilidade da chapa foi levantada pelo ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos que, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, avaliou que uma dobradinha entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça seria imbatível na disputa de 2022.

Questionado se Bolsonaro aceitou a indicação da bancada ruralista em busca de maioria no Congresso, já que Tereza lidera o grupo, Heleno negou que a escolha tenha partido de uma indicação política. "Não é indicação política, ninguém pediu pela deputada Tereza Cristina.

Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo . Aliada de Jair Bolsonaro desde a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar da Agricultura, a chamada bancada

A terceira ponta no tripé de sustentação de Bolsonaro no Congresso Nacional, a bancada evangélica, porém, se considera satisfeita com o Palácio do Planalto. “Não temos nada do que reclamar no relacionamento com o governo”, disse o presidente da frente, o deputado Silas Câmara (Republicanos-AM). 

Segundo ele, seu grupo foi recebido diversas vezes por Bolsonaro e, apesar de pautas de costumes também não terem avançado, não houve retrocessos nesta área. “O governo não investiu para tentar implantar no Brasil, como os governos de esquerda, ideologia de gênero”, afirmou Câmara. 

Ministro quer melhorar relação

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, admitiu que é preciso melhorar a relação com integrantes de bancadas temáticas que dão sustentação política a Bolsonaro no Congresso. 

]“Isso tudo (reclamações) de certa forma procede, mas não nessa intensidade”, disse Ramos ao Estadão/Broadcast, serviço de cobertura em tempo real do Grupo Estado. 

O ministro afirmou que o governo tem tido uma “relação franca” com o deputado Alceu Moreira, mas que é preciso entender as dificuldades orçamentárias do País. 

“Respeito o posicionamento sobre orçamento. É um pleito justo e democrático ele querer que aumente a parte destinada à agricultura. Está dentro da discussão democrática e a gente reconhece isso”, disse Ramos.

Em relação à Frente Parlamentar da Segurança Pública, a chamada bancada da bala, o responsável pela articulação política do Palácio do Planalto afirmou que pretende procurar o líder do grupo, deputado Capitão Augusto, para conversar. O deputado reclama que a frente parlamentar que comanda não se reuniu com Bolsonaro nenhuma vez desde o início do ano. 

“Eu ainda não tinha esse controle se ele tinha sido chamado. A gente pode conversar. Realmente, as críticas procedem e temos de ouvir a bancada da segurança em relação a alguns projetos”, admitiu Ramos. “Vamos corrigir isso.”

____________________________________


Neymar cobra dívida do Barcelona, mas tenta "falar manso" para não estragar possível retorno .
O brasileiro está na justiça cobrando do ex-clube parte de seu salário de 2016-17 , que não foi pago após a transferência do jogador ao PSG."Estávamos uns meses atrás em Barcelona para resolver isso. É uma coisa passada, mais cedo ou mais tarde vai haver um acordo entre o Barcelona e o Neymar. Com certeza", disse Neymar pai ao Cadena Ser.A notícia foi inicialmente divulgada pelo jornal El Mundo, que explicou que, no processo, o jogador garante que seu ex-clube agiu "de má-fé" e não pagou o valor como "represália" por sua partida para a França, dois anos atrás.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 7
Isto é interessante!