Política Governo tenta reagir a ação do Congresso em pautas sociais

14:55  07 dezembro  2019
14:55  07 dezembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Mesmo brigado com Bolsonaro, PSL é o mais fiel ao governo em votações

  Mesmo brigado com Bolsonaro, PSL é o mais fiel ao governo em votações Mesmo brigado com Bolsonaro, PSL é o mais fiel ao governo em votaçõesApesar do rompimento do presidente Jair Bolsonaro, que lançou o seu próprio partido, o PSL continuou sendo a legenda mais leal ao governo, com 78,16% de apoio de sua bancada. Novo (75,44%) e Republicanos (72,87%) vêm logo a seguir. Os dados são da consultoria Arko Advice.

Governo tenta reagir a rebaixamento da nota do Brasil | Jornal Jovem Pan.

Governo reage a Lula e a Rodrigo Maia e busca pacote social . Bolsonaro mobiliza equipe de Paulo Guedes e A ideia era tentar compensar, nos trabalhos legislativos, as propostas prioritárias do governo e discutidas na Pautas sociais ficaram de fora Um levantamento do (M)Dados, núcleo

BRASÍLIA - O pedido feito pela Casa Civil à equipe econômica para ampliar o orçamento destinado a programas sociais representa um contra-ataque do governo a propostas apresentadas no Congresso para incluir um novo benefício para a população de baixa renda no texto da Constituição.

O Senado Federal aprovou esse dispositivo na chamada Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela, que originalmente prevê a inclusão de Estados e municípios nas novas regras de Previdência. Em outra frente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), patrocina um pacote social, que conta também com uma medida semelhante sugerida pela deputada Tabata Amaral (PDT-SP).

Bolsonaro se reúne com Maia após deputados cobrarem do governo pagamento de emendas

  Bolsonaro se reúne com Maia após deputados cobrarem do governo pagamento de emendas Bolsonaro se reúne com Maia após deputados cobrarem do governo pagamento de emendasAntes do encontro na residência oficial de Bolsonaro, Maia se reuniu com deputados que reforçaram as queixas e ameaçaram uma "rebelião", até mesmo com a obstrução das próximas votações, incluindo a do Orçamento para 2020. O presidente da Câmara está incomodado com a falta de articulação política do governo no Congresso, que teria, na sua avaliação, líderes com pouca influência.

Responsável pela ação judicial que tentou tirar do ar o especial do Porta dos Compartilhar nas redes sociais "Poder: Após abalo com o pai, Carlos Bolsonaro tenta retomar influência no governo ".

Pauta : José Oliveira Produção: BDE - Brasil Digital Informação e Entretenimento Canal: Ficha Social Imagens: Disponíveis na internet. Senador Lindbergh, do PT, tenta atacar Moro para defender Lula e é humilhado em pleno Dallagnol move ação contra Gilmar Mendes - Продолжительность: 15:01

A leitura é a de que o governo tem de se apropriar da temática da redução da desigualdade social, debate que ganha força com a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da cadeia. A preocupação com o “efeito Chile”, com protestos que se espalharam por toda a América Latina, também está no radar dos principais assessores do presidente Jair Bolsonaro.

A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, no entanto, avalia que é preciso cautela no direcionamento dos recursos porque os resultados da área econômica ainda não permitem reforços tão vultosos no caixa de programas sociais, como a ala política do governo tem demandado.

Subsídios

Um integrante da equipe econômica avalia que a revisão de benefícios e subsídios em vigor poderá ampliar os programas sociais nos próximos anos. O primeiro passo já ocorreu com a garantia de um 13.º salário aos beneficiários do Bolsa Família, programa do governo Lula que tanto o presidente Bolsonaro como Rodrigo Maia querem turbinar.

Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo

  Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo“Seremos muito mais exigentes no trato com o governo. A bancada dá sustentação política e tem de ter o respeito que merece. Certamente, vamos subir o volume da nossa voz para exigir do governo decisões que defendemos”, disse ao Estadão/Broadcast o presidente da frente parlamentar, o deputado Alceu Moreira (MDB-RS). “Isso já começa com o Orçamento”, afirmou Moreira.

Governo admite que reforma da Previdência não vai ser votada. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou nesta segunda-feira (19) uma lista de 15 projetos na área econômica que o governo tentará aprovar no Congresso Nacional

Vídeo fala sobre a corrupção no congresso .

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fez uma reunião sobre políticas contra a pobreza no feriado de 15 de Novembro, com a presença dos ministros da Educação, Abraham Weintraub, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. No encontro, ficou combinado que, em dezembro, o governo anunciaria novos programas sociais e mudanças naqueles que já existem.

A ideia inicial era anunciar a reformulação do Bolsa Família já na próxima quinta-feira, mas essa data ainda não está acertada. Segundo apurou o Estado, o governo deseja criar “portas de saída” para o Bolsa Família, com incentivo, por exemplo, à melhoria do rendimento dos alunos nas escolas.

Em defesa dessa ideia, o presidente Bolsonaro tem repetido que o melhor indicador social de um país seria o número de pessoas que deixam de receber benefícios desse gênero.

Comparação

  • Bolsa Família

- Criado em 2003

- Orçamento para 2020: R$ 29,5 bilhões

Aprovação do governo cai e 31% dos brasileiros o consideram bom ou ótimo

  Aprovação do governo cai e 31% dos brasileiros o consideram bom ou ótimo Pesquisa foi realizada pela FSB/Veja e mostrou que 46% dos brasileiros desaprovam a forma como o presidente governa o Brasil , enquanto 44% aprovam.  Ministros A pesquisa também perguntou qual é o melhor ministro do governo. Com 30% dos votos, o ministro da Justiça, Sergio Moro, ganha a disputa. Em segundo lugar, a opção "nenhum" ganha com 21%; e em terceiro, vem o ministro da Economia, Paulo Guedes, com 13%. Congresso Sobre a atuação do Legislativo, 36% consideram o Congresso "regular", enquanto 31% avalariam como "péssimo", e 17% responderam que é "ruim".

A Associação de Juízes Federais (Ajufe) entrou com uma ação Direta de Inconstitucionalidade contra um trecho > Congresso promulga reforma da Previdência de olho na pauta econômica. Embora os congressistas tenham aprovado a principal pauta econômica do governo de Jair Bolsonaro em

Defender uma pauta de inclusão social e em benefício dos direitos da população. Infelizmente o Legislativo está fazendo o papel de colocar em prática a pauta ultraneoliberal do governo Bolsonaro. Isso tudo está sendo desmontado por uma ação exatamente do Congresso Nacional.

- Expectativa é atender 13,2 milhões de famílias

- Pagamento máximo: R$ 205 por família

- Pagamento médio: cerca de R$ 190 por família

  • Programa 'Renda Brasil'

- Benefício Cidadania: famílias pobres

- Benefício Primeira Infância: até 36 meses

- Benefício crianças e jovens: até 21 anos

-Valor extra para premiar bom rendimento de alunos na escola

- Pagamento médio superior ao do Bolsa Família

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia © Ernensto Rodrigues/Estadão Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia

_________________________

Congresso pode votar proposta de Orçamento na próxima semana .
Congresso pode votar proposta de Orçamento na próxima semanaO parecer preliminar apresentado pelo relator-geral do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), modificou parâmetros que serviram para as projeções de receitas e despesas e também incorporou efeitos de propostas ao texto original do Orçamento enviado pelo governo.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 5
Isto é interessante!