Política Do que a Lava Jato acusa o filho de Lula, Fábio Luís

23:51  10 dezembro  2019
23:51  10 dezembro  2019 Fonte:   bbc.com

Lula, Dilma e Palocci são absolvidos no caso do ‘quadrilhão do PT’

  Lula, Dilma e Palocci são absolvidos no caso do ‘quadrilhão do PT’ Lula, Dilma e Palocci são absolvidos no caso do ‘quadrilhão do PT’Também foram absolvidos no caso: os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega; e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Lava Jato realiza 47 mandados de busca e apreensão em operação que mira Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente. Fernando, Kalil e Jonas são sócios de Fábio nas empresas que formam o grupo Gamecorp/Gol. Segundo a Força-Tarefa da Lava Jato em Curitiba (PR), a

Além de Fábio Luís , a operação deflagrada na manhã de hoje também investiga o ex-ministro José Dirceu, por conta de pagamentos realizados pela Oi/Telemar uma empresa de consultoria dele, a RT Serviços Especializados. A ação de hoje é a 69 ª fase da Lava Jato no Paraná. Trata-se, segundo os

PF cumpriu 47 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados ao filho do ex-presidente © Reuters PF cumpriu 47 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados ao filho do ex-presidente

A Polícia Federal saiu às ruas na manhã desta terça-feira (10/12) para cumprir 47 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados a Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Também são alvos da operação os irmãos Fernando e Kalil Bittar, além de Jonas Suassuna.

Fernando, Kalil e Jonas são sócios de Fábio nas empresas que formam o grupo Gamecorp/Gol. Segundo a Força-Tarefa da Lava Jato em Curitiba (PR), a operadora de telefonia Oi e a antiga Telemar teriam feito pagamentos que somam R$ 132 milhões às empresas, em contratos de fachada. O objetivo seria obter decisões favoráveis do governo durante as gestões petistas.

Lava Jato investiga R$ 132 mi da Oi para empresas ligadas a Lulinha e propina para compra do sítio

  Lava Jato investiga R$ 132 mi da Oi para empresas ligadas a Lulinha e propina para compra do sítio Lava Jato investiga R$ 132 mi da Oi para empresas ligadas a Lulinha e propina para compra do sítioSegundo o Ministério Público Federal, os pagamentos da Oi/Telemar foram efetuados entre 2004 e 2016 e são superiores a R$ 132 milhões. A Procuradoria aponta que parte desses recursos foi usada para compra do sítio de Atibaia, no interior de São Paulo pivô da maior condenação da Lava Jato já imposta ao ex-presidente Lula, 17 anos 1 mês e 10 dias de prisão. O petista recorre em liberdade.

Do que a Lava Jato acusa o filho de Lula , Fábio Luís . O filho de Lula não foi o único alvo, e a Polícia Federal cumpriu 47 mandados de busca e apreensão. A investigação também apura suspeitas de que o sítio de Atibaia (SP) foi adquirido com recursos oriundos de contratos superfaturados

Boato – Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha , foi denunciado por um delator da Lava Jato . Bem, sabemos que as histórias que envolvem o nome de Lulinha com mentiras sobre enriquecimento Na realidade, a publicação que acusa o filho de Lula misturou diversos conteúdos diferentes e tentou

Os pagamentos teriam acontecido entre 2004 e 2016. Em troca dos pagamentos, a empresa teria conseguido a edição de um decreto por Lula em 2008, que permitiu a compra da antiga Brasil Telecom pela Oi/Telemar.

Também teria conseguido a nomeação de um conselheiro ligado à empresa na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), no fim do mandato do petista - Lula nega irregularidades e diz que as investigações de hoje são parte de uma "perseguição ilegal" contra ele.

  • Tribunal confirma condenação de Lula em caso do sítio de Atibaia e aumenta pena para 17 anos
  • Entenda todos os processos e acusações contra ex-presidente Lula
  • Vazamento de diálogos, mortes na família, entrevistas: o que aconteceu com Lula durante o tempo na prisão

Além de Fábio Luís, a operação deflagrada na manhã de hoje também investiga o ex-ministro José Dirceu, por conta de pagamentos realizados pela Oi/Telemar uma empresa de consultoria dele, a RT Serviços Especializados. A ação de hoje é a 69ª fase da Lava Jato no Paraná.

Lula diz que operação da Lava Jato, que investiga seu filho, foi 'canalhice'

  Lula diz que operação da Lava Jato, que investiga seu filho, foi 'canalhice' Lula diz que operação da Lava Jato, que investiga seu filho, foi 'canalhice'"Hoje fizeram mais uma canalhice comigo. Hoje a Lava Jato, como eles estão caindo no descrédito da opinião pública, fizeram uma denúncia de um inquérito que tinha sido arquivado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal em 2010", disse o ex-presidente.

Do que a Lava Jato acusa Fábio Luís , filho de Lula . André Shalders - @andreshalders. Da BBC News Brasil em Brasília. Quando Lula foi preso, em abril de 2018, operação ganhava série na Netflix e era quase unânime entre a população; 580 dias depois, acumula derrotas na política e no Judiciário.

Lava Jato realiza 47 mandados de busca e apreensão em operação que mira Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente. Veto à prisão em 2 ª instância que libertou o ex-presidente representa acerto de contas do Supremo com a Lava Jato e desejo de 'reequilibrar o balanço entre os poderes'

Trata-se, segundo os procuradores, de um desdobramento de fases anteriores, principalmente da 24ª fase (Aletheia, em 4 de março de 2016), quando o ex-presidente Lula foi alvo de um mandado de condução coercitiva.

Informações de outras fases da Lava Jato (14ª e 34ª) também foram empregadas - assim como relatórios da Polícia Federal e da Receita, e até resultados de auditorias de Tribunais de Contas.

Para justificar os pagamentos, segundo os procuradores, as empresas de Fábio fecharam contratos com a Oi, sem que os serviços tenham sido realmente prestados. Os supostos serviços vão desde a produção de um site religioso (o "Portal da Bíblia") até uma iniciativa para reduzir a evasão escolar, passando por contratos com uma editora de material didático chamada "Nuvem de Livros".

Visão de satélite do Google Earth do sítio de Atibaia atribuído à Lula pelo MPF © REPRODUÇÃO/GOOGLE EARTH Visão de satélite do Google Earth do sítio de Atibaia atribuído à Lula pelo MPF

"O maior ativo que a Oi/Telemar buscava na Gamecorp era o fato de que entre os seus sócios estava o filho do então presidente da República", disse o procurador Roberson Pozzobon a jornalistas, na manhã desta terça.

Lava Jato vê 'indícios de irregularidades' em R$ 40 mi de prestadora de serviços da Vivo ao grupo de Lulinha

  Lava Jato vê 'indícios de irregularidades' em R$ 40 mi de prestadora de serviços da Vivo ao grupo de Lulinha Lava Jato vê 'indícios de irregularidades' em R$ 40 mi de prestadora de serviços da Vivo ao grupo de LulinhaOs procuradores desconfiam do volume de repasses e as causas reais dos pagamentos.

informaram que as operações financeiras investigadas na Operação Lava Jato somaram oito trilhões de Dallagnol lembrou que a Lava Jato começou com a investigação de um posto de gasolina Fabio Luis Lula da Silva, o " Lulinha ", filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.[90] No dia 26

Do que a Lava Jato acusa o filho de Lula , Fábio Luís . Brasil. Todo mundo vai se lascar se Previdência for aprovada como [Guedes] quer, diz Lula . A eleição presidencial de 2018 terá o maior número de candidatos desde a disputa de 1989 - a primeira desde a redemocratização do país.

"No mundo dos negócios, e estamos falando aqui de negócios com o poder público, não há almoço grátis. Se há indícios de que os serviços não foram efetivamente prestados (...), então o que se tem aqui possivelmente são serviços de outra ordem", disse ele.

Parte do dinheiro recebido por Fernando Bittar teria sido usado para adquirir o sítio de Atibaia, frequentado pelo ex-presidente Lula, segundo a Lava Jato. O imóvel é peça-chave no processo que resultou na segunda condenação do ex-presidente, confirmada pela segunda instância da Justiça no mês passado. Formalmente, o sítio pertence a Fernando Bittar e a Jonas Suassuna.

Ao menos parte das informações apresentadas pela Força-Tarefa na tarde de hoje já era conhecida dos investigadores a mais tempo. Em outubro de 2017, relatório da PF apontou que empresas ligadas a Jonas Suassuna receberam pelo menos R$ 66 milhões da Oi.

Outros contratos da Oi/Telemar com a Gamecorp já foram alvo de investigação da Justiça Federal - e antes do início da Lava Jato. Um aporte de R$ 5 milhões da antiga Telemar à empresa de Fábio Luís resultou numa investigação da Justiça Federal em São Paulo, mas o caso acabou arquivado em 2012.

Tribunal nega pedido de Lula para anular provas sobre propina da Odebrecht

  Tribunal nega pedido de Lula para anular provas sobre propina da Odebrecht 8ª Turma do TRF-4 foi unânime. Ação trata de terreno para instituto. Último processo contra Lula no PRA decisão de negar pedido da defesa foi tomada por unanimidade em sessão de julgamento da 8ª Turma da Corte nessa 4ª feira (11.dez.2019).

Lava Jato apura repasses suspeitos a grupo que tem filho de Lula como sócio. Fabio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula e sócio da "Investigações apontam que as empresas do grupo Gamecorp/Gol não possuíam mão de obras e ativos compatíveis com a prestação dos serviços para

Do que a Lava Jato acusa Fábio Luís , filho de Lula . Lula criticava as políticas do governo Bolsonaro quando, sem citar o escritor nominalmente, começou a falar de Olavo. "É um governo que tem como mentor intelectual um homem que acredita que a terra é plana e agora parece que vai ter

A reportagem da BBC News Brasil procurou os advogados de Fábio Luís, mas não conseguiu contato até o momento.

Ao portal UOL, a defesa dos irmãos Fernando e Kalil Bittar disse que não teve ainda acesso às informações da investigação. "De todo modo, informa que entregou ao MPF, há mais de dois anos, todos os documentos comprobatórios de prestação de serviço das empresas", disse a advogada dos dois, Luiza Oliver, ao portal.

Em nota, a Oi disse apenas que têm colaborado com as investigações. A empresa "atua de forma transparente e tem prestado todas as informações e esclarecimentos que vêm sendo solicitados pelas autoridades, assegurando total e plena colaboração com as autoridades competentes", segundo o texto.

Lula: assunto já foi investigado e arquivado

Por meio de seus advogados, o ex-presidente Lula disse que as suspeitas que motivam a investigação de hoje já foram investigadas diversas vezes pelo Ministério Público, tendo sido arquivadas em outras ocasiões.

"O tema que serviu de base para tais referências já foi objeto de ampla investigação realizada pela Polícia Federal de São Paulo, que foi concluída em 16 de abril de 2012, com a elaboração de relatório de arquivamento. Ou seja, a investigação - conduzida por órgão policial definido à época pelo STJ com base nas regras de competência - não identificou a prática de qualquer crime."

81% acham que a Lava Jato ainda não cumpriu seu objetivo e deve continuar

  81% acham que a Lava Jato ainda não cumpriu seu objetivo e deve continuar 81% acham que a Lava Jato ainda não cumpriu seu objetivo e deve continuar . O levantamento mostra que outros 15% disseram que a operação deveria continuar, e 4% não souberam responder.O resultado não apresentou grande alteração em relação ao ano anterior. A última pesquisa, realizada em abril de 2018, mostrou que 84% dizia que a investigação deveria continuar, 12% achava que a operação já havia cumprido seu objetivo e deveria acabar, e que 4% não sabia responder.O levantamento também aferiu que, para 47% dos entrevistados, a corrupção continuará na mesma proporção mesmo depois da Lava Jato.

Augusto Nunes: Lava Jato faz operação em empresa de filho de Lula - Продолжительность: 2:38 Jornal da Record 183 941 просмотр. A nota que Bolsonaro deu para o seu governo até aqui - Продолжительность: 16:19 Morning Show 42 078 просмотров.

É PRECISO QUE O BRASIL SALVE A LAVA JATO - Продолжительность: 44:03 CRISTALVOX 16 475 просмотров. Confira o voto do ministro Luís Roberto Barroso no julgamento do HC de Lula - Продолжительность: 1:17:13 Jovem Pan News 713 730 просмотров.

Segundo a defesa do ex-presidente, a Lava Jato de Curitiba "escondeu" este fato e "buscou criar vínculos artificiais de competência", isto é, atrair para si uma investigação que deveria ser conduzida por outro braço do Ministério Público. Segundo os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins, a Lava Jato age assim para "dar continuidade à perseguição ilegal contra Lula".

Força-Tarefa da Lava Jato disse ter reunido provas de que os contratos firmados entre as empresas do grupo Gamecorp/Gol e a Oi eram falsos © Reuters Força-Tarefa da Lava Jato disse ter reunido provas de que os contratos firmados entre as empresas do grupo Gamecorp/Gol e a Oi eram falsos

Na entrevista a jornalistas, procuradores não negaram a existência de investigações anteriores, mas disseram que a operação de hoje visava a aprofundar a apuração sobre as relações da Oi/Telemar com as empresas de Fábio Luís.

Quais eram os contratos de fachada, segundo a Lava Jato

Em nota, a Força-Tarefa da Lava Jato disse ter reunido provas de que os contratos firmados entre as empresas do grupo Gamecorp/Gol e a Oi eram falsos - seriam apenas pretextos para a empresa de telefonia fazer os pagamentos, com objetivo de influenciar decisões do governo.

"Provas documentais (...) indicam que as empresas do grupo Oi/Telemar investiram e contrataram o grupo Gamecorp/Gol sem a cotação de preços com outros fornecedores, fizeram pagamentos acima dos valores contratados e praticados no mercado, assim como realizaram pagamentos por serviços não executados", disse a Força-Tarefa, em nota.

O conglomerado da Gamecorp/Gol era formado por pelo menos nove empresas, ligadas entre si, e todas de propriedade de Fábio, Jonas Suassuna, Fernando e Kalil Bittar. Estes dois últimos são amigos de infância de Fábio Luís. São filhos de Jacó Bittar, ex-prefeito de Campinas (SP) e um dos fundadores do PT.

Por erro, TRF-2 manda soltar ex-deputados Paulo Mello e Edson Albertassi

  Por erro, TRF-2 manda soltar ex-deputados Paulo Mello e Edson Albertassi Por erro, TRF-2 manda soltar ex-deputados Paulo Mello e Edson Albertassi terão que voltar à prisão. Os dois foram soltos na tarde desta sexta-feira, 13, por causa de um habeas corpus concedido na última quarta-feira, referente à Operação Furna da Onça, um desdobramento da Lava Jato no Rio.Mello e Albertassi, no entanto, também cumprem prisão preventiva por outra operação ligada à Lava-Jato, a Cadeia Velha.

O depoimento de Lula mostra que são personagens de dimensão menor, que jogaram perguntas genéricas, como pegadinhas, sem trazer nenhuma comprovação de que, como agentes da Lava Jato , tivessem material tangível para encurralar o ex-presidente. Lula saí do depoimento desse dia 10 de

Do que a Lava Jato acusa o filho de Lula , Fábio Luís . BBC News. 'Bolsonaro não foi descortês com Greta', diz porta-voz.

Integravam o grupo as empresas G4 Entretenimento e Tecnologia Digital, Gamecorp, Editora Gol, Gol Mídia, Gol Mobile, Goal Discos, Coskin, PJA Empreendimentos e PDI.

Abaixo, os principais pontos em investigação, segundo a Força Tarefa.

Projeto educacional

Um dos projetos analisados se chamava Projeto Letivo ou Conexão Educação - e era voltado a alunos da rede pública no Rio de Janeiro, entre 2008 e 2012. A premissa era usar mensagens de texto de celular (SMS) enviados aos pais dos alunos, de forma a reduzir a evasão escolar (o abandono da escola).

De 2008 a 2012, a Gol Mobile teria recebido R$ 14 milhões da Telemar para prestar o serviço, segundo os investigadores.

A empresa se comprometeu a mandar 18 mil mensagens de SMS por mês, somando 216 mil mensagens a cada ano de contrato. Mas, em um dos anos, a Gol Mobile teria mandado apenas 7,6 mil mensagens de SMS aos pais dos alunos, segundo o MPF - menos de 4% do total contratado.

Portal da Bíblia

Outro projeto mencionado pelos investigadores foi o desenvolvimento de um site para a internet, chamado de Portal da Bíblia.

A página foi lançada em janeiro de 2009, e o contrato entre a Oi e a empresa Gol Discos determinaria um pagamento de R$ 600 mil mensais à empresa.

"(O valor devia ser pago) independentemente da produtividade, o que por si só já chama a atenção", disse o procurador Roberson Pozzobon durante a entrevista a jornalistas.

O site existiu de março de 2009 a junho de 2013. Durante este período, a antiga Telemar (depois comprada pela Oi) fez 43 pagamentos à Gol Discos, que somaram R$ 27 milhões de reais.

"De janeiro de 2012 a abril de 2013, o portal teve 121 mil acessos. Como cada um valia R$ 0,015 centavos por minuto, o produto resultou para a Oi numa renda de apenas R$ 21 mil reais (durante esse período)", disse Pozzobon aos jornalistas.

A 'Nuvem de Livros'

Outro contrato suspeito, segundo os investigadores, está relacionado a uma editora de livros didáticos, chamada "Nuvem de Livros" - embora a empresa realmente existisse, ela foi sustentada durante parte de sua existência pela Oi/Telemar.

Uma empresa ligada à operadora telefônica, a Movile, teria repassado R$ 40 milhões à Editora Gol (responsável pela Nuvem de Livros) entre janeiro de 2014 e janeiro de 2016, novamente segundo o Ministério Público.

_______________________________

Investigação da Lava Jato confunde corretor imobiliário com megatraficante .
Investigação da Lava Jato confunde corretor imobiliário com megatraficante

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 18
Isto é interessante!