Notícias Procon apura aumento de preços em itens da cesta básica em SP

02:46  21 setembro  2020
02:46  21 setembro  2020 Fonte:   noticiasaominuto.com.br

Cervejaria lança rótulo com preço indexado ao desmatamento amazônico

  Cervejaria lança rótulo com preço indexado ao desmatamento amazônico Lançada no dia 3 de setembro, em homenagem ao Dia da Amazônia, a cerveja Colorado Amazônica, produzida pela Ambev, com farinha de babaçu, pacová e casca de limão, tem o propósito de chamar atenção dos consumidores para a importância da conservação do bioma brasileiro. No entanto, o preço da lata, que é reajustado semanalmente com base no índice de desmatamento da floresta, aumentou de forma expressiva nas últimas semanas. Inicialmente, a cerveja foi lançada a R$ 5,49; na semana passada o valor nas prateleira indicava R$ 8,01 e, agora, o reajuste foi de 18,8%, totalizando um preço de R$ 9,52 por unidade.

O preço da cesta básica em Joinville apresentou queda, assim como os produtos para churrasco. A pesquisa foi realizada nos dias 1 e 2 de dezembro e

No ano, de janeiro a outubro, 10 capitais tiveram aumento de preço e sete registraram redução. No período de 12 meses, houve alta em 15 das 17 O tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta básica somou 88 horas e 39 minutos, um pouco a mais do que no mês anterior e do que

Segundo o Procon, até o momento, o maior preço encontrado foi: R$ 27,90 no arroz tipo 1 (pacote de 5 kg) © Arquivo / Rafaela Frutuoso Segundo o Procon, até o momento, o maior preço encontrado foi: R$ 27,90 no arroz tipo 1 (pacote de 5 kg)

Agentes fiscais do Procon-SP notificaram hoje (14) 21 estabelecimentos comerciais a apresentar notas fiscais de compra e venda de itens da cesta básica para apurar eventual aumento injustificado de preços. A operação do Procon, que vai continuar nos próximos dias, está averiguando a elevação dos preços do arroz (pacote de 5 quilos), óleo e carnes vermelhas (patinho, coxão mole, coxão duro e contrafilé).

Caiu na rede, virou sanduba: peixes e frutos do mar estão em alta nos recheios

  Caiu na rede, virou sanduba: peixes e frutos do mar estão em alta nos recheios De olho no delivery, chefs investem em sanduíches para descomplicar o preparo e o serviço de pescadosVerdade seja dita: sanduíche de peixe não é novidade para ninguém – até o Méqui já teve sua versão empanada com queijo e molho tártaro, hoje fora do cardápio da rede, mas amplamente replicada por aí. Frutos do mar no recheio? Gostoso, mas meio batido também. Lobster roll que o diga: criado nos Estados Unidos, o sanduba de lagosta, maionese e salsão é hoje um viajante do mundo.

Diante de notícias veiculadas na imprensa e de reclamações recebidas de consumidores indicando que fornecedores, especialmente postos revendedores de combustíveis, aproveitando-se da greve dos caminhoneiros, elevaram os preços de seus produtos a patamares exorbitantes, o PROCON /SC

FAMÍLIAS DE ALUNOS DE BH RECEBERÃO 142 MIL CESTAS BÁSICAS - Jornal Minas - Продолжительность: 2:08 Jornal TBC 2 | GOVERNO ANUNCIA VALE GÁS E CESTA BÁSICA PARA PESSOAS DE BAIXA RENDA NA QUARENTENA - Продолжительность: 2:32 TV Brasil

Segundo o Procon, até o momento, os maiores preços encontrados foram: R$ 27,90 no arroz tipo 1 (pacote de 5 kg); R$ 7,73 no óleo de soja (900 ml); e nas carnes, R$ 47,69 o quilo do patinho; R$ 55,61, coxão mole; R$ 53,11, coxão duro e R$ 64,99, o contrafilé.

“Nós iremos comparar a nota de compra de cada item com o preço da prateleira para verificar se há margem de lucro muito ampliada, que é uma prática abusiva, e os abusos não serão tolerados. As operações continuam para garantir à população de baixa renda o acesso aos produtos da cesta básica”, disse o secretário de defesa do consumidor, Fernando Capez.

Caso seja identificado um aumento desproporcional nos valores, as empresas responderão a processo administrativo. Para denunciar preços abusivos, o consumidor pode utilizar o site do  Procon (www.procon.sp.gov.br), ou as redes sociais, marcando @proconsp no Twitter.

Com informações da Agência Brasil

10 das melhores cachaças segundo especialistas .
Com a ajuda de cinco profissionais ligados ao assunto, a Forbes criou lista especial para o Dia da Cachaça []Sem muitos registros documentais, há poucas certezas. Mesmo assim, há um fato capaz de pelo menos desenhar o cenário em que a bebida surgiu: a história começou quando os portugueses trouxeram ao Brasil a cana-de-açúcar e as técnicas de destilação. Sendo assim, o nascimento da cachaça tem relação com os engenhos de açúcar, sejam eles em Pernambuco, Porto Seguro na Bahia ou litoral de São Paulo.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!